É apenas treinamento

Polícia Militar faz treinamento de combate ao 'novo cangaço' em Araguaína e simula assalto a banco

Por Redação AF
Comentários (0)

30/05/2017 08h25 - Atualizado há 1 mês
Combate e repressão ao 'Novo Cangaço' foi tema de um treinamento da Polícia Militar de Araguaína nesta segunda-feira (29). Como a população não tinha conhecimento, imediatamente, comentários se espalharam nas redes sociais sobre um suposto veículo com homens armados e encapuzados, que estariam andando pela cidade e efetuando disparos de armas de fogo em via pública, com reféns na carroceria, provocando alvoroços. De fato, aconteceu, porém, é apenas treinamento que está sendo ministrado aos militares do 2° BPM acerca de ações preventivas e repressivas de combate a roubos a instituições financeiras, sobretudo na modalidade conhecida por "Novo Cangaço", além de técnicas de cerco e bloqueio da cidade. O comandante Tenente Coronel Márcio Miranda ressaltou que, como parte do treinamento, houve uma simulação de assalto a banco, onde os policiais teriam que acionar o plano de cerco e bloqueio e fechar a cidade. "Vale ressaltar que as autoridades de outras forças de segurança foram informadas a respeito da instrução, no sentido de evitar qualquer incidente, e o treinamento continuará neste dia 30/05, nos mesmos moldes do ocorrido nesta data", destacou o comandante. A Polícia Militar também esclareceu que os supostos disparos de arma de fogo não ocorreram com munições de festim, e que em momento algum a intenção da Polícia Militar era trazer qualquer tipo de pânico ou assustar a população, "mas sim instruir e treinar a nossa tropa, com o objetivo de enfrentar de forma mais incisiva e profissional as quadrilhas de criminosos que tem trazido tanta violência à nossa sociedade". 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.