Sequestro em maio

Sequestrador de produtor rural matou próprio comparsa na hora de dividir grana em Araguaína

O sequestro ocorreu em maio deste ano e vitimou o produtor rural Ismael Ferreira de Brito.

Por Redação 3.112
Comentários (0)

12/12/2019 09h46 - Atualizado há 3 meses
jovem preso

A Polícia Civil prendeu, na tarde desta quarta-feira (11), um jovem de 23 anos suspeito de participar de um crime de extorsão seguido de sequestro e de matar o próprio comparsa a tiros em Araguaína.

O sequestro ocorreu em maio deste ano e vitimou o produtor rural Ismael Ferreira de Brito, que foi atraído com a falsa promessa de comprar tratores a preços bem acessíveis. 

Ao se encontrar com os supostos vendedores, o produtor foi rendido no setor Itapuã, em Araguaína, e levado para a zona rural da cidade, no entanto, ele conseguiu sair do veículo em que era transportado e fugiu a pé. Os sequestradores exigiam R$ 70 mil para liberar a vítima.

De acordo com o delegado titular da 2ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Guilherme Coutinho, mesmo com o insucesso do sequestro, os suspeitos ainda conseguiram subtrair dinheiro da vítima e foi este o motivo de uma desavença entre o jovem e o comparsa.

“No dia 12 de junho deste ano, o autor foi na residência do comparsa e o executou com disparos de arma de fogo. Representamos pela prisão, mas ele fugiu da cidade. Continuamos monitorando e no início da semana tivemos a informação de que ele havia voltado para a cidade. Assim, conseguimos localizá-lo e dar cumprimento ao mandado de prisão”, afirmou.

O sequestrador está recolhido na Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA).

Outros dois suspeitos de participação no sequestro foram presos em julho deste ano no centro de Araguaína. 

LEIA TAMBÉM

+ Produtor rural é sequestrado por golpistas em Araguaína ao negociar máquinas 

+ Sequestradores de produtor rural são presos no centro de araguaina; resgate era de R$ 70 mil

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.