Araguaína

Contas dos 4 anos da gestão do ex-prefeito Valuar são aprovadas pelo TCE e Câmara

Valuar Barros foi prefeito de 2009 a 2012 e não disputou a reeleição.

Por AF Notícias 878
Comentários (0)

17/06/2020 19h24 - Atualizado há 1 mês
Ex-prefeito Valuar Barros

A Câmara de Araguaína aprovou, durante a sessão dessa terça-feira (16), a prestação de contas dos dois últimos anos da gestão do ex-prefeito Valuar Barros, 2011 e 2012. Foram 15 votos favoráveis, uma abstenção e apenas um contrário.

Agora o ex-prefeito tem a aprovação dos 4 anos de sua gestão, já que os balancetes dos anos anteriores já haviam sido votados e também aprovados em plenário.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE), órgão responsável pela fiscalização da gestão pública, já havia analisado e emitido parecer prévio pela aprovação de todas as prestações de contas. Faltava apenas a votação da Câmara de Vereadores, a quem cabe a palavra final em relação ao julgamento, conforme o entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF).

Durante a votação, o vereador Professor Delan (PSDB) destacou o investimento na área da educação durante a gestão de Valuar Barros. Conforme o relatório apresentado, no ano de 2011, o município de Araguaína investiu R$ 4.500,00 por aluno na rede municipal de educação, bem acima da média nacional.

O relatório também destaca que foram cumpridos os percentuais previstos na Constituição Federal para os investimentos nas áreas da saúde e educação, bem como os índices da Lei de Responsabilidade Fiscal quanto aos gastos com pessoal e outras despesas.

A única abstenção foi do vereador Carlos Silva (PSDB) e o voto contrário à aprovação, do vereador Wagner Enoque. 

Valuar Barros foi prefeito de 2009 a 2012 e não disputou a reeleição. Na época, sua gestão enfrentou inúmeros questionamentos do Ministério Público, inclusive com dois afastamentos do cargo, e foi muito criticada em razão dos problemas de infraestrutura nas ruas.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.