Condições insalubres

Empresa com 1.500 funcionários é interditada por risco de transmissão do coronavírus em Palmas

A empresa não estaria oferecendo insumos de higienização das mãos e objetos.

Por Redação 1.559
Comentários (0)

20/03/2020 10h23 - Atualizado há 6 meses
Cerca de 1.500 pessoas trabalham no local

Uma vistoria realizada pela Vigilância Sanitária de Palmas (Visa) na empresa de call center Tel Telemática, na manhã desta quinta-feira (19), identificou várias irregularidades quanto às condições sanitárias e de higiene oferecidas aos colaboradores da empresa.

Cerca de 1.500 pessoas trabalham no local, um ambiente fechado, compartilhando os mesmos equipamentos. Os trabalhadores fizeram protesto em frente à empresa para denunciar a falta de medidas preventivas contra a nova doença.

Em virtude disso, a Vigilância atestou que os funcionários estão trabalhando em condições insalubres, com grande quantidade de pessoas ocupando um espaço inadequado, sem oferecer insumos de higienização das mãos, das superfícies de objetos manuseados por várias pessoas e do ambiente em geral.

A Tel Telemática já tinha sido notificada para apresentar um plano de contingência e execução objetivando sanar as irregularidades. Porém, o prazo dado pela Vigilância terminou e os responsáveis não apresentaram o documento. Por isso, os ficais realizaram uma nova visita e a empresa foi interditada até apresentar o plano e se adequar.    

A interdição do local tem como base legal os Decretos nº 1.856 e nº 1.859, de 14 e 18 de março, respectivamente, os quais declaram situação de emergência em saúde pública no município de Palmas e que define padrões de procedimentos que visam prevenir a infecção pela Covid-19 no Município.

Funcionários fizeram um protesto em frente à empresa
Empresa de call center em Palmas

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.