Educação

Escolas e creches de Araguaína mantêm retorno das aulas dia 3 de agosto; veja protocolo

Nas 13 escolas da zona rural, a retomada gradual das aulas começou no último dia 13 de julho.

Por Redação 2.417
Comentários (0)

23/07/2020 18h16 - Atualizado há 3 meses
A previsão é de que as aulas retornem no dia 3 de agosto.

As escolas e creches de Araguaína estão finalizando os preparativos para o retorno gradual das atividades escolares na Rede Municipal de Ensino. Nas 66 unidades da zona urbana, equipes estão empenhadas na adequação da estrutura para receber os alunos. A previsão é de que as aulas retornem no dia 3 de agosto. 

Já na rede estadual do Tocantins, o retorno semipresencial, que estava previsto para iniciar nessa mesma data, foi adiado para o mês de setembro.

Na Escola Municipal Dr. César Belmiro, no Tereza Hilário Ribeiro, as salas estão organizadas conforme as orientações da Secretaria Municipal da Educação que segue as recomendações do protocolo de combate à covid-19. Cada sala de aula com apenas nove cadeiras, distante 1,5 metros uma da outra e contendo ainda a identificação de cada criança.

“Diante dessa realidade, precisamos nos reinventar e agora adaptar nosso trabalho de forma que garanta a segurança dos nossos alunos. Como primeiro passo, participamos de formações que nos prepararam para essa nova forma de acolher, ensinar e proteger nossos estudantes”, destacou a diretora da escola, Gardene Mota.

Protocolos de segurança

Outra medida adotada será a divisão da quantidade de alunos por turmas, sendo em dois grupos, em que cada um terá aula presencial a cada semana, revezando entre atividades remotas, em casa, com a apostila elaborada pela secretaria.

Na estrutura da unidade, fitas amarelas foram colocadas nos corredores e na entrada da escola marcando o distanciamento adequado entre as crianças. Na entrada, terá aferição da temperatura e professores, assistentes e demais servidores cuidarão do monitoramento e encaminhamento dos alunos para suas salas de aula.

“Outro protocolo adotado é de não-realizar o intervalo do recreio para evitar aglomeração, com isso os alunos serão dispensados mais cedo. Alteramos também o momento do lanche, que passa a ser servido nas salas e não mais no refeitório como de costume”, explicou o superintendente municipal da Educação, Railon Borges.

Zona rural

Nas 13 escolas da zona rural, a retomada gradual das aulas começou no último dia 13 de julho com as atividades semipresenciais para os 495 alunos matriculados. Além do revezamento entre os estudantes, medidas estão sendo adotadas, como uso de máscaras, distanciamento de 1,5 metro entre as carteiras e higienização constante das mãos e a testagem dos profissionais da educação.

Fitas amarelas foram colocadas nos corredores e na entrada da escola marcando o distanciamento adequado entre as crianças

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.