Maio Amarelo

Forças de segurança se unem em grande campanha por um trânsito mais seguro em Araguaína

Cidade registrou um aumento preocupante no número de acidentes no 1º trimestre.

Por Redação
Comentários (0)

02/05/2024 08h46 - Atualizado há 2 meses
Ações de orientação e prevenção durante o Maio Amarelo.

Notícias do Tocantins -  Durante todo o mês de maio, diversos órgãos de trânsito, segurança e saúde municipais, estaduais e federais de Araguaína se unirão para promover ações por um trânsito mais seguro.

Neste ano, a campanha do Maio Amarelo traz o tema “A paz no trânsito começa por você” e contemplará blitzen educativas e palestras nas escolas, Pedal Amarelo e a Caminhada da Paz. A programação tem início no dia 6 e segue até o dia 29.

Suziane Olímpia, coordenadora de Educação para o Trânsito da ASTT (Agência de Segurança, Transporte e Trânsito) de Araguaína, ressalta que, em 2024, a proposta da campanha é ser mais apelativa e humanizada, trazendo a necessidade de acalmamento do trânsito brasileiro.

Araguaína é uma das poucas cidades do Brasil em que todas as forças de segurança e órgãos de trânsito das três esferas trabalham em conjunto, mostrando união e força na luta por um trânsito mais seguro. Sem dúvidas, temos todas as ferramentas para transformar nossa realidade e precisamos sempre da contribuição dos condutores”, lembra a coordenadora.

O Maio Amarelo em Araguaína tem a participação ativa da ASTT, Guarda Municipal de Araguaína (GMA), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), 2º Batalhão da Polícia Militar (2º BPM), Batalhão de Polícia Militar Rodoviária e Divisas (BPMRED), 2º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar, 2º Delegacia Regional de Polícia Civil, Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Centro Judiciário de Soluções de Conflitos e Cidadania (Cejusc), Hemocentro Regional de Araguaína, Ministério Público do Tocantins, Câmara de Vereadores e secretarias municipais do Esporte Cultura e Lazer, da Educação e da Comunicação Social.

Principais ações

A abertura oficial do Maio Amarelo será no dia 6, às 8 horas, no Escola de Tempo Integral Domingos da Cruz Machado, e a abertura municipal será no mesmo dia, às 17 horas, no Cristo Redentor, com a presença de representantes de todos os órgãos participantes.

Nos dias 8, 10 e 14, Detran e ASTT farão blitzen educativas em escolas estaduais e municipais.

No dia 11, sábado, a organização realizará o 6º Pedal Amarelo – Ciclopaz, com participação livre para a comunidade e com saída às 16h30 da Via Lago, percorrendo a Av. Marginal Neblina, Via Norte e finalizando no Parque Cimba.

No dia 17, sexta-feira, haverá a 3ª Caminhada pela Paz, com participação de alunos da rede pública de ensino, às 17 horas, partindo da esquina da Rua Floriano Peixoto com a Av. Cônego João Lima, no centro.

E no dia 29, às 7h30, o encerramento oficial do Maio Amarelo será com uma blitz educativa na Av. Filadélfia, em frente ao 2º BPM, com a participação dos alunos da Universidade da Maturidade (UMA) da Universidade Federal do Tocantins (UFT ).

Outras atividades

Suziane informa que a campanha ainda terá três cenas simuladas de veículos acidentados em pontos específicos e estratégicos de Araguaína como forma de impactar e conscientizar os condutores. “E queremos também montar uma árvore simbólica no Cristo para que as pessoas pendurem mensagens sobre como fazer um trânsito mais seguro. Depois vamos dar visibilidade para essas mensagens”, comentou.

Dados preocupantes

No primeiro trimestre de 2022, o Samu de Araguaína atendeu 340 ocorrências de trânsito com vítima. Em 2023, no mesmo período, esse número subiu para 354 e, neste ano, somente nos três primeiros meses, o órgão já fez 576 atendimentos.

A Polícia Militar também registou uma escalada no número de acidentes de trânsito. De acordo com Tenente-coronel Valdeone Dias, comandante do 2º BPM de Araguaína, nos três primeiros meses de 2022, a corporação atendeu 99 ocorrências; em 2023, foram 156 e em 2024 já são 219.

“Nos últimos sete anos, a gente teve uma redução de 83% de roubos aqui na cidade. Os furtos também diminuíram, no entanto temos percebido que, sucessivamente, no decorrer dos anos, há um aumento de acidentes de trânsito na cidade. Toda vez que a Polícia Militar está numa intervenção no trânsito, é uma viatura a menos na redução de outros crimes”, explica Valdeone.

O comandante destaca, ainda, que o Maio Amarelo é fundamental para impactar a comunidade. “A fiscalização e educação precisam caminhar lado a lado, principalmente porque a maioria dos acidentes vitimiza pessoas em idade ativa de trabalho, impactando o mercado e o sistema de saúde da cidade”.

Já a ASTT faz atendimentos a acidentes de trânsito sem vítimas na cidade. No primeiro trimestre de 2022, o órgão registrou 32 ocorrências. Em 2023, foram 33 e em 2024 foram 19.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.