Acordo não cumprido

Justiça manda Governo do Estado pagar insalubridade e adicional noturno aos profissionais de enfermagem

Por Redação AF
Comentários (0)

16/01/2017 11h35 - Atualizado há 1 mês
O juiz da 1ª Vara da Fazenda e Registro Público de Palmas, Manuel de Faria Reis Neto, determinou que o Governo do Estado efetue o pagamento das parcelas dos retroativos de insalubridade e adicional noturno aos profissionais de enfermagem que atuam na rede pública de saúde, devidamente corrigidos. A decisão foi proferida na última sexta-feira (13) em Ação ajuizada pelo Sindicato dos Profissionais da Enfermagem do Estado no Tocantins (SEET). Na ação, o sindicato argumentou que o Governo descumpriu o termo de acordo firmado em 24 de julho de 2015, prevendo o pagamento dos adicionais aos profissionais investidos no cargo de auxiliar de enfermagem, técnicos e enfermeiros. O Estado chegou a efetuar o pagamento nos meses de julho e agosto de 2015, mas alegou impossibilidade financeira em dar atendimento ao acordo firmado com o sindicato. Contudo, o SEET contestou a alegação de falta de recursos. "Para que haja por parte da Administração Pública qualquer comprometimento em questão financeira deve a mesma realizar um planejamento, sendo certo que nenhum compromisso é feito sem que de fato exista essa capacidade financeira em arcar com a obrigação. Portanto, se o Estado assumiu o compromisso de efetuar o pagamento dos referidos valores aos profissionais é porque de fato possui condição de pagar e se não o fez foi porque não quis", disse. Conforme o juiz, analisando todo o processado, verificou-se que os profissionais da enfermagem durante o período de 2012 a 2014 deixaram de receber o adicional de insalubridade e adicional noturno mensal que lhes era devido. Para o presidente do SEET, Claudean Pereira Lima, a decisão favorável é uma conquista para a categoria. "Já tomamos diversas condutas junto ao Governo para tentar garantir este e outros direitos, mas infelizmente o Governo insiste em assumir um posicionamento de não cumprir com os compromissos firmados com os profissionais, por isso ajuizamos a ação. A decisão é uma vitória para nós", ressaltou.

Comentários (0)

Mais Notícias

Perigo

Crianças são arrastadas por enxurrada enquanto banhavam em córrego de Palmas

Os garotos tomavam banho no córrego quando foram surpreendidos pela força da água.

Engavetamento

Ônibus perde freios e provoca engavetamento na principal avenida de Araguaína

O engavetamento envolveu um ônibus, um veículo de passeio e um caminhão de pequeno porte.

Ipueiras (TO)

Ex-prefeito é denunciado por não repassar empréstimos consignados aos bancos

Dezenas de funcionários foram lesados e tiveram seus nomes negativados no SPC/Serasa.

Caso Gislane

Mulher é presa suspeita de encomendar morte de jovem por ciúmes do namorado

A PM prendeu Marcela ainda dentro do ônibus quando chegava a cidade de Cristalândia

Animal Silvestre

Tamanduá-bandeira é capturado dentro de casa em Araguaína e solto na natureza

O animal foi colocado numa gaiola e solto em uma área verde próximo à cidade.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.