Denúncia

Morador flagra lixo hospitalar descartado a céu aberto em avenida de Araguaína

São centenas de frascos de remédios e alguns sacos de lixo jogados no local.

Por Raimunda Costa 2.547
Comentários (0)

07/12/2018 15h02 - Atualizado há 3 dias
Morador denuncia lixo hospitalar a céu aberto em Araguaína

Um morador de Araguaína, que preferiu não ser identificado, denunciou nesta sexta-feira (7), ao AF Notícias, o descarte criminoso de lixo hospitalar na Avenida Jacuba, o principal acesso ao Jardins Mônaco, nas proximidades dos setores Jardim das Flores e Ana Maria.

Em um vídeo enviado pela fonte ao portal é possível notar centenas de frascos de remédios e sacos de lixo jogados a céu aberto. “Esse descarte é o que recebemos de presente. Tudo aqui jogado de maneira incorreta”, denunciou.

Além do crime ambiental e das erosões por conta de enxurradas, o morador disse que ainda tem que conviver com restos de entulho. 

"Algumas pessoas insistem em jogar no local entulhos onde são encontrados pregos e ferros usados em construções. Elas pensam que estão ajudando, mal sabem que estão causando prejuízo para quem mora aqui. Constantemente eu tenho danos em pneus de moto e carro. Temos um prejuízo danado" (sic), reclamou.

Outro caso

No dia 7 de novembro deste ano, após uma denúncia anônima, equipes de fiscalização da Secretaria do Meio Ambiente, Vigilância Sanitária, de Araguaína, localizaram no Distrito Agroindustrial (Daiara) um galpão de 1.600 metros com quase 100 toneladas de lixo hospitalar. Tinham luvas, bolsas de soro, gases e seringas. Na época, o local foi interditado.

Por suspeita de organização criminosa e crime ambiental, no dia 12, a Justiça decretou a prisão do ex-juiz eleitoral João Olinto Garcia de Oliveira, pai do deputado estadual Olytho Neto (PSDB). 

Ele é apontado como sócio da empresa Sancil Sanantonio Construtora e Incorporadora LTDA, contratada sem licitação pelo Governo do Estado para recolher o lixo de 13 hospitais públicos. A polícia também encontrou lixo enterrado na fazenda da família do deputado. 

As investigações eram comandadas pelo delegado regional Bruno Boaventura, que foi exonerado do cargo e atualmente faz parte do quadro da Deic Norte.

NOTA DA SECRETARIA DE SAÚDE

"A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que preza pelo cumprimento das legislações ambientais em seus contratos de serviços e no caso de irregularidades será devidamente apurado pelas esferas competentes, visto que a destinação ilegal ou inapropriada dos resíduos de saúde constitui crime ambiental e deverá ser punido".

Centenas de frascos de remédios jogados na avenida

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.