Nomeação polêmica

Novo secretário da gestão Amastha é acusado de solicitar propina no Paraná

Por Redação AF
Comentários (0)

09/11/2017 10h03 - Atualizado há 1 semana
Mais uma nomeação polêmica foi feita pelo prefeito de Palmas e pré-candidato ao Governo do Estado, Carlos Amastha (PSB). Depois de ter nomeado como secretário executivo de Controle de Concessões e Serviços Públicos, Walace Pimentel - condenado em Gurupi a 5 anos de prisão - o gestor colocou à frente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Emprego da Capital um ex- secretário paranaese que já responde por corrupção passiva em seu estado. Roberto Petrucci Júnior é o novo gestor da pasta de Desenvolvimento Econômico e Emprego de Palmas, conforme informações do Diário Oficial do Município de Palmas da última terça-feira (07). Ele já foi secretário de Obras Públicas e de Planejamento e Urbanismo em Maringá-PR, onde responde por corrupção passiva qualificada. O mais novo membro do alto escalão da gestão municipal palmense foi denunciado, no Paraná, pelo Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), conforme informações do G1. Roberto teria exigido de um empresário 50%  do valor que a prefeitura pagaria para desapropriar uma área onde o município faria o prolongamento de uma rua. Segundo as investigações, o empresário teria se recusado a pagar a quantia exigida de Roberto e recebeu sozinho cerca de R$ 640 mil.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.