Legislativo

Senado aprova projeto de Kátia Abreu que incentiva uso de energia solar em residências

O projeto é de autoria da senadora Kátia Abreu.

Por Redação 3.391
Comentários (0)

02/10/2021 08h51 - Atualizado há 3 meses
Senadora Kátia Abreu durante sessão no Senado

O Senado aprovou nesta quinta-feira (30/9) o PL 2015/2021 da senadora Kátia Abreu (PP-TO) que permite incluir a compra e instalação de equipamento de energia solar fotovoltaica no financiamento do imóvel, até o limite de 10% do valor da residência.

O objetivo da proposta é reduzir a conta das famílias brasileiras com energia elétrica em até 95% e também proteger o meio ambiente, uma vez que é uma fonte de energia renovável, limpa e sustentável. O projeto, que foi relatado pelo senador Irajá (PSD-TO), ainda será votado na Câmara dos Deputados.

Esse projeto beneficiará a todas as famílias brasileiras que terão juros mais baixos e um prazo muito mais longo para pagar a aquisição e instalação do equipamento de energia solar. A população terá acesso a uma forma de energia mais barata, e ao mesmo tempo, mais limpa, sustentável”, destaca a senadora Kátia Abreu.

Atualmente, a aquisição e instalação de um sistema de energia solar fotovoltaica completo, para uma residência com família de 3 a 4 pessoas, custaria de R$ 11 mil a R$ 15 mil.

Levando em consideração que o sistema pode gerar uma economia de até 95% na conta de luz, em até cinco anos o consumidor já teria o retorno do investimento.

Com relação ao financiamento, no caso de uma residência de R$200 mil, o cliente teria R$ 20 mil para aquisição do sistema de energia, o que mostra que o percentual de 10% é suficiente para suprir a necessidade da instalação do sistema.

Segundo a assessoria da senadora, além de aliviar o bolso do consumidor e ser uma forma sustentável para o meio ambiente, a ampliação de casas com energia solar fotovoltaica também será positiva para a economia brasileira.

Isto porque, de acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), esse setor de geração elétrica foi responsável, entre 2012 e 2020, por mais de 140 mil empregos diretos e indiretos, através de 484 mil unidades de geração instaladas — 73,5% das quais em residências.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.