Norte do Estado

TJ mantém condenação de ex-prefeito e empresário por desvio de recursos em Pequizeiro

Os dois terão de devolver em R$ 121.198,79 aos cofres públicos.

Por Redação 1.053
Comentários (0)

03/07/2020 17h27 - Atualizado há 1 mês
Ex-prefeito João Abadio Oliveira e Silva

O Tribunal de Justiça manteve a sentença que condenou o ex-prefeito de Pequizeiro, João Abadio Oliveira e Silva, e o sócio majoritário da empresa WMC Construtora, ao ressarcimento de mais de R$ 120 mil aos cofres públicos, por ato de improbidade administrativa.

O julgamento no TJ ocorreu nesta quarta-feira (1º de julho). Os réus foram condenados em 2019 por desvio de recursos públicos referentes ao processo para construção de três pontes e cinco bueiros no Município, a pedido do Ministério Público do Tocantins (MPTO).

Durante a Sessão Virtual da 1ª Câmara Cível, o procurador de Justiça José Maria da Silva Júnior reafirmou as teses do MPTO em relação à prática dos atos de improbidade, consistentes em fraudes na contratação das obras com sobrepreço dos serviços e desvio dos valores em favor de particulares estranhos ao contrato. Ficou comprovado o desvio de recursos quando, em 2008, o então prefeito de Pequizeiro contratou de forma direta, sem licitação, a empresa WMC Construtora para a construção de pontes e bueiros.

As investigações apontaram o uso de notas fiscais frias, superfaturamento e irregularidades no processo licitatório, que foi armado posteriormente para tentar regularizar a contratação dos serviços da WMC Construtora. O MPTO demonstrou que os pagamentos referentes à obra foram sacados por pessoas alheias à empresa, sendo uma delas o próprio ex-prefeito João Abadio, que chegou a sacar mais de R$ 80 mil.

As investigações também revelaram que a obra foi executada por terceiros contratados pela WMC Construtora, a valores consideravelmente inferiores ao que a empresa recebeu da Prefeitura de Pequizeiro.

O TJ negou o Recurso de Apelação da defesa dos réus e manteve a condenação dos requeridos, que devem ressarcir solidariamente, de uma só vez, os cofres da Prefeitura de Pequizeiro em R$ 121.198,79, com a devida correção monetária e juros de mora.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.