Entrevista

Dimas fala da construção de casas populares e centro de excelência em saúde no Bico

Outra prioridade citada foi a infraestrutura das rodovias estaduais.

Por Redação
Comentários (0)

19/04/2022 14h33 - Atualizado há 2 meses
Ronaldo Dimas em entrevista à rádio de Augustinópolis

O pré-candidato a governador Ronaldo Dimas destacou como prioridade para a região do Bico do Papagaio a construção de um centro de excelência em saúde, equipando o hospital em Augustinópolis com estrutura completa, como também reorganizando a saúde pública em Araguatins.

"Como legado da pandemia, pensei que os leitos de UTIs continuariam funcionando para atender as outras doenças, mas isso não ocorreu em Augustinópolis. Como prefeito de Araguaína, construí um hospital para atender os casos de Covid-19 e agora foi transformado em um pronto atendimento infantil", contou Dimas aos radialistas Guilherme de Jesus e Antônio Reis, da rádio FM Gazeta 96,1, de Augustinópolis, na manhã desta terça-feira (19).

Dimas afirmou que o Hospital Regional de Augustinópolis necessita com urgência de um Centro de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) adequado, além de uma estrutura completa para realização de cirurgias.

"A estruturação do hospital é uma prioridade para garantir o bem-estar da população e atender as demandas do curso de Medicina da Unitins. Acredito que em dois anos vamos reorganizar toda essa estrutura, que irá atrair bons profissionais e também ampliará os serviços privados de saúde e atenderá a população da região e dos estados vizinhos, movimentando o comércio e serviços das cidades de Augustinópolis e Araguatins”, explicou.

Dimas relembrou que em sua gestão como prefeito de Araguaína foi instalada uma UTI Pediátrica no hospital municipal, em 2018, atendendo uma demanda importante da população local e região.

Moradia e necessidade de casas no Bico

Perguntando sobre a política habitacional para o Bico do Papagaio, uma região com muitas casas de palha, o pré-candidato a governador explicou que é possível com investimentos dos governos estadual e federal zerar o déficit habitacional do Tocantins.

"Em época de eleições ouvimos promessas malucas e fantasiosas, quando assumi a Prefeitura de Araguaína meu compromisso com a população era de construir 4 mil casas, fizemos quase 7 mil, cerca de 30 mil pessoas beneficiadas. Mas, as prefeituras menores têm dificuldade de acessar esses recursos e quem deve fazer essa ponte é o governo do Estado, mas nos últimos anos a gestão estadual praticamente ignorou o programa federal e não buscou esses recursos”, pontuou.

Economia e projetos estruturantes parados

Para Dimas, o Bico do Papagaio está entre grandes centros - Imperatriz (MA), Marabá (PA) e Araguaína (TO) - e poderá se tornar uma região com produção para esse grande mercado consumidor nas áreas do comércio e dos serviços.

“Mas é preciso adotar uma política fiscal adequada e diferenciada para fortalecer o comércio, ou seja, uma redução tributária. E tem dois projetos que ficam parados e são lembrados só nas eleições, projeto de Sampaio e Ecoporto de Praia Norte. Esses projetos precisam de um gerente para cada um, queremos pegar uma pessoa, de preferência do Bico do Papagaio, para gerenciá-los. Apenas no Sampaio mais de R$ 100 milhões foram investidos e está largado, o governo não está ligando para um projeto que tem grande potencial para desenvolver a região”, ponderou.

Rodovias boas são fundamentais

Outro ponto abordado como fundamental para o desenvolvimento do Bico do Papagaio e do Tocantins foi a infraestrutura das rodovias estaduais. “É impressionante como o governo estadual não consegue dar conta de manter um contrato de manutenção das estradas, temos a rodovia conhecida como Transbico que está em situação lamentável. São rodovias recém estruturadas que não são entregues porque já estão com muitos buracos”, disse Dimas.

Educação e capacitação da juventude

“Outro projeto muito importante e fundamental para o desenvolvimento econômico e social do nosso Estado é a capacitação dos nossos jovens”, destacou Dimas. O pré-candidato a governador explicou que a ideia é disponibilizar cursos profissionalizantes nas escolas de Ensino Médio, em parceria com o Sistema S, com a Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT) e com o Instituto Federal do Tocantins (IFTO).

“Levar aos nossos jovens conhecimentos que deem oportunidades de trabalho, não basta saber português e matemática. O jovem quer uma oportunidade, mas precisa de um mínimo de qualificação. E as oportunidades vêm através do conhecimento”, ressaltou

Plansaúde e prejuízos aos servidores

Também foi abordada na entrevista a questão do plano de saúde dos servidores públicos estaduais, o Servir. Antes, os servidores conseguiam diversos atendimentos, médicos inclusive em Imperatriz, mas em razão do atraso de pagamentos e outras irregularidades, o funcionalismo ficou sem assistência.

O pré-candidato Dimas aponta duas ações importantes para solucionar o problema: a construção do centro de excelência em saúde, que também ampliará a saúde privada no Bico do Papagaio; a outra medida, acabar com o propinoduto que existe no governo do Estado, onde os pagamentos pelos serviços são condicionados à devolução de dinheiro, ou seja, corrupção.

“Temos vivenciado essa realidade, um filme repetido, de corrupções que levam a afastamentos, governador que não termina o mandato. Temos um novo governo improvisado, é promessa em cima de promessa, sem um mínimo de conhecimento da realidade das pessoas, onde a preocupação é a eleição, sem pensar no povo, sempre em terceiro ou quarto plano. Essas pessoas estão focadas e comprometidas com o poder e o dinheiro. E no final, os maiores problemas que envolvem o plano de saúde dos servidores é a propina e a corrupção e comigo isso vai acabar”, finalizou Dimas.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.