Presidente nacional do PT

Gleisi Hoffmann lança movimento pró-Lula e Mourão no Tocantins: 'um homem honrado'

"É o melhor nome para tocar o estado do Tocantins", afirmou.

Por Redação 557
Comentários (0)

30/06/2022 06h34 - Atualizado há 1 mês
Gleisi Hoffmann em encontro no Tocantins

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, visitou o Tocantins nesta quarta-feira (29) para as atividades do movimento 'Vamos Juntos Pelo Brasil' e destacou a importância das eleições de 2022 para a defesa da democracia no país e no estado.

Gleisi convocou toda a base popular presente a integrar os comitês populares de luta em todo o Tocantins para que a sociedade tocantinense construa o plano de governo de forma conjunta.

“Tenho muito orgulho de ter a pré-candidatura de Paulo Mourão ao governo do Tocantins, e nesse movimento que estamos fazendo com Lula, buscamos apoio em todas as áreas que defendem a democracia”, acrescentou. 

Ela também destacou que Paulo Mourão “é um homem honrado, que tem experiência com a coisa pública, mas, sobretudo, tem compromisso com o povo tocantinense e é o melhor nome para tocar o estado do Tocantins”.

O deputado estadual e presidente do PT no estado, Zé Roberto, relembrou das dificuldades que o trabalhador tocantinense está passando. “O caminho para mudar é confiar no nosso companheiro Paulo Mourão para que ele melhore a gestão e que tenha compromisso com esse povo que passa fome, que não tem renda e que não tem casa”, afirmou.

Gleisi Hoffmann no Tocantins

Paulo Mourão destacou que o déficit habitacional no Tocantins hoje é de 100 mil moradias, além do que chamou de 'descaso' com a população pobre, com a agricultura familiar, com a população negra e quilombola, indígena, as mulheres, LGBTQIA+, as crianças, jovens e idosos, grupos que vivem submetidos à fome e à impossibilidade de trabalhar e ter acesso a seus direitos garantidos pela Constituição Federal, conforme o pré-candidato. 

“Por onde caminhamos no Tocantins, nós ouvimos as pessoas dizerem o seguinte: meu filho foi embora para o Pará, para o Maranhão, porque no Tocantins eles não acham emprego, minha luz está cortada, eu estou desempregado, é isso que ouvimos e eu não vejo um projeto para proteger a nossa gente”, disse Mourão, ao alertar que 52% dos jovens tocantinenses estão desempregados.

“Aí eu pergunto: as filas dos hospitais, as cirurgias eletivas estão acontecendo? Onde está a educação do nosso estado, onde está o salário dos nossos professores, onde está a reposição salarial. Cadê o buraco do Igeprev? quem está preocupado em tapá-lo?”, questionou Mourão.

Ele ainda disse que “a grande missão dos governadores do Tocantins é tapar buraco, fazem propagandas que estão tapando buraco das estradas, mas não tapam o buraco da fome, do desemprego, da falta de moradia”.

‘Vamos Juntos Pelo Brasil’

“Nosso país conheceu um momento de prosperidade com Lula e Dilma, fizemos os maiores programas de financiamento, abrimos mercado com a China a Ásia, esse é o ódio que vem contra o Lula, pois ele respeita as pessoas. Queremos conversar sério com o pessoal do agro, queremos a reforma agrária, que a agricultura camponesa volte a ter financiamento, volte a ser valorizada, a gente come o que a agricultura familiar produz e então precisa ter a mesma preocupação e o mesmo cuidado, pois se Deus quiser e Deus quer, nós vamos tirar Bolsonaro e vamos reconstruir o Brasil junto com os estados, junto com os movimentos sociais”, destacou Gleisi Hoffmann.

O movimento ‘Vamos Juntos Pelo Brasil’ é composto por sete partidos em nível nacional: PT, PCdoB, PV, PSB, PSOL, REDE e Solidariedade, que marcaram presença no evento.

“Dessa vez, nós temos a grande oportunidade de fazer uma frente ampla com todos esses partidos e dizer que nós iremos caminhar juntos para fazer uma campanha linda e temos a grande chance de fazer uma grande transformação no estado do Tocantins e colocar a base popular no poder”, pontuou o deputado federal Célio Moura.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.