'The Economist' coloca Tocantins como um dos piores Estados para investimentos estrangeiros

Por Redação AF
Comentários (0)

28/07/2014 20h59 - Atualizado há 1 mês
<span style="font-size:14px;">A <a href="http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2014/07/os-bmelhores-estadosb-para-os-estrangeiros.html" target="_blank">Revista &Eacute;poca</a> desta semana divulgou os i</span><span style="font-size:14px;">ndicadores de pesquisa econ&ocirc;mica da revista brit&acirc;nica The Economist.</span><span style="font-size:14px;">&nbsp;Pelo estudo, no quesito competitividade, o Tocantins &eacute; o 24&ordm; (dentre as 27 unidades da federa&ccedil;&atilde;o). S&oacute; ganha do Piau&iacute;, Maranh&atilde;o e Amap&aacute;. No quesito ambiente econ&ocirc;mico, onde se utiliza como crit&eacute;rio crescimento do mercado, renda per capita e desigualdades, o Estado ocupa a 26&ordf; pior posi&ccedil;&atilde;o em todo o pa&iacute;s. A&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">senadora K&aacute;tia Abreu (PMDB) lamentou o resultado.</span><br /> <br /> <span style="font-size:14px;">O mesmo desempenho &eacute; registrado pela pesquisa do The Economist com rela&ccedil;&atilde;o &agrave; pol&iacute;tica para investimentos estrangeiros e incentivos fiscais onde o Tocantins se coloca na &uacute;ltima posi&ccedil;&atilde;o. Ou seja, dentre os 27 Estados, est&aacute; como o de pior coloca&ccedil;&atilde;o. O mesmo se d&aacute; quando a quest&atilde;o &eacute; a infraestrutura (qualidade da malha vi&aacute;ria e de rede de telecomunica&ccedil;&otilde;es) onde, conforme o estudo, o Tocantins est&aacute; entre os sete piores do pa&iacute;s, s&oacute; ganha de Amap&aacute; e Maranh&atilde;o.<br /> <br /> <em>&ldquo;O Tocantins est&aacute; sendo prejudicado, est&aacute; deixando de receber investimentos por falta de uma pol&iacute;tica de governo, compromissada com o desenvolvimento da regi&atilde;o&rdquo;</em>, disse nesta segunda a Senadora para quem o maior respons&aacute;vel &eacute; justamente o governo, cuja obriga&ccedil;&atilde;o &eacute; oferecer infraestrutura e condi&ccedil;&otilde;es para que os empres&aacute;rios fa&ccedil;am investimentos que geram empregos e movimentam a economia. Como o governo tem aplicado menos de 10% do or&ccedil;amento em investimentos - diz a Senadora - a economia regional est&aacute; estagnada, causando desempregos e, agora, se v&ecirc; porque tamb&eacute;m os investidores estrangeiros da iniciativa privada n&atilde;o procuram o mercado tocantinense para desenvolver seus neg&oacute;cios, gerar riquezas e empregos. <em>&quot;&Eacute; uma situa&ccedil;&atilde;o lament&aacute;vel e n&atilde;o se v&ecirc; qualquer iniciativa da administra&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica para modific&aacute;-la&quot;,</em> ressaltou a Senadora.<br /> <br /> Segundo a parlamentar, os&nbsp; p&iacute;fios indicadores do Estado s&atilde;o uma clara demonstra&ccedil;&atilde;o de que n&atilde;o existe um projeto de desenvolvimento sustentado. <em>&ldquo;O governo deixou de se preocupar em levar desenvolvimento para dedicar-se a quest&otilde;es&nbsp; menores distantes do interesse p&uacute;blico&rdquo;</em>, salientou K&aacute;tia Abreu, segundo a qual a economia do Tocantins tem se mantido apenas com o esfor&ccedil;o dos empres&aacute;rios, produtores e da popula&ccedil;&atilde;o. <em>&ldquo;Temos uma boa log&iacute;stica, ferrovia Norte Sul, BR-153 e em breve a hidrovia do Tocantins, s&oacute; falta mesmo vis&atilde;o pol&iacute;tica p&uacute;blica para transformar esse Estado de tanto potencial&rdquo;</em>, diz K&aacute;tia Abreu.</span><br />
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.