2013: Tocantins gerou 11,2 mil novos postos de emprego

Por Redação AF
Comentários (0)

22/08/2014 14h33 - Atualizado há 1 segundo
<span style="font-size:14px;">Em 2013, conforme a Rela&ccedil;&atilde;o Anual de Informa&ccedil;&otilde;es Sociais (Rais), divulgada nesta semana, houve um crescimento de 4,54% no n&uacute;mero de empregos formais gerados naquele ano, em compara&ccedil;&atilde;o com o mesmo per&iacute;odo do ano anterior, no Tocantins.<br /> <br /> Os n&uacute;meros s&atilde;o do Minist&eacute;rio do Trabalho e Emprego (MTE) e apontaram a gera&ccedil;&atilde;o de 11.200 novos postos de trabalho. Os melhores desempenhos foram registrados pela Administra&ccedil;&atilde;o P&uacute;blica e pelo com&eacute;rcio.<br /> <br /> J&aacute; em termos relativos, os setores que apresentaram os maiores n&uacute;meros na gera&ccedil;&atilde;o de empregos foram &agrave;s atividades ligadas &agrave; extra&ccedil;&atilde;o mineral e a agropecu&aacute;ria.<br /> <br /> Com qualifica&ccedil;&atilde;o profissional, o governo do Estado vem garantindo que os tocantinenses conquistem uma vaga no mercado de trabalho.<br /> <br /> De acordo com o Secret&aacute;rio Executivo da Secretaria de Desenvolvimento Econ&ocirc;mico (Sedecti), Marcos Jair de Aguiar, o Estado tem implementado programas que fortalece a entrada da popula&ccedil;&atilde;o neste mercado.<em> &ldquo;Buscamos atender a popula&ccedil;&atilde;o com cursos gerais que atendam &agrave;s necessidades de cada regi&atilde;o. Capacitamos a m&atilde;o de obra e garantimos a entrada no mercado de emprego por termos pessoal que atendam a necessidade dos geradores de emprego&rdquo;</em>, disse.<br /> <br /> Ainda segundo Marcos Jair, o Estado recebe muitas empresas que buscam profissionais qualificados. <em>&ldquo;Levamos em conta as necessidades de cada regi&atilde;o, dos munic&iacute;pios, identificando o potencial de cada um, os setores que est&atilde;o gerando vagas de emprego, e capacitamos para esse mercado&rdquo;</em>, apontou.<br /> <br /> <u><strong>Caged</strong></u><br /> <br /> O crescimento de vagas de emprego no Tocantins segue positivo este ano. Dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), esta semana, revelam que o Estado obteve o maior crescimento na gera&ccedil;&atilde;o de emprego nos &uacute;ltimos onze anos, no m&ecirc;s de julho.&nbsp;<br /> <br /> Com acr&eacute;scimo de 1.762, houve um aumento de 1,05%, representando tamb&eacute;m o maior &iacute;ndice do Brasil, nesse per&iacute;odo. O principal respons&aacute;vel pelo resultado. Segundo o Caged, foi setor de servi&ccedil;os, que gerou sozinho quase mil postos de trabalho (933).<br /> <br /> <strong><u>Qualifica&ccedil;&atilde;o</u></strong><br /> <br /> A cada ano, o governo do Tocantins tamb&eacute;m tem investido na qualifica&ccedil;&atilde;o dos trabalhadores do Estado, por meio de programas desenvolvidos pela sedecti. Entre os programas est&atilde;o o Programa Nacional de Acesso ao Ensino T&eacute;cnico e Emprego (Pronatec) e o Programa de Cr&eacute;dito Educativo do Governo do Estado (Proeducar).<br /> <br /> Por meio desses programas s&atilde;o ofertadas vagas em cursos de qualifica&ccedil;&atilde;o profissional nos n&iacute;veis superior, t&eacute;cnico e profissionalizante. Tamb&eacute;m s&atilde;o ofertadas vagas na modalidade a dist&acirc;ncia atrav&eacute;s da UAB &ndash; Universidade Aberta do Brasil e Rede E-Tec Brasil, nos P&oacute;los de Educa&ccedil;&atilde;o a Dist&acirc;ncia, que contam com 24 polos em 18 munic&iacute;pios.<br /> <br /> Com o Pronatec, o Tocantins foi o segundo Estado que mais captou recurso para investir no programa. S&atilde;o quase&nbsp; R$ 63 milh&otilde;es e at&eacute; o fim do ano todos os 139 munic&iacute;pios do Tocantins ter&atilde;o pelo menos um curso instalado. Ser&atilde;o ofertadas 20 mil vagas no total. At&eacute; agora, mais de 70 munic&iacute;pios j&aacute; est&atilde;o sendo atendidos com capacita&ccedil;&otilde;es.<br /> <br /> Iniciado em 2004, o Proeducar trabalha com concess&atilde;o de cr&eacute;ditos educativos a estudantes carentes.<br /> <br /> O objetivo &eacute; financiar, parcialmente, os cursos de gradua&ccedil;&atilde;o de estudantes carentes matriculados em Institui&ccedil;&otilde;es de Ensino Superior n&atilde;o gratuita no Estado, podendo financiar de 25% at&eacute; 85% do valor real da mensalidade.<br /> <br /> O programa &eacute; voltado para acad&ecirc;micos de Institui&ccedil;&otilde;es de Ensino Superior n&atilde;o gratuitas credenciadas ao Proeducar. O Estado do Tocantins disp&otilde;e de 18 IES credenciadas ao programa, com 5.355 acad&ecirc;micos que s&atilde;o ou j&aacute; foram contemplados com tal benef&iacute;cio. Desse total, 349 s&atilde;o beneficiados ativos no Proeducar. O valor total investido pelo Estado &eacute; de R$ 56.371.939,08.</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Mais Notícias

Eleições 2018

Senador das casas, Ataídes promete zerar o déficit habitacional do Tocantins

Ao todo, são 3.239 moradias, com o valor aproximado de R$ 200 milhões para 20 municípios

Fique atento

Bloqueio de celulares roubados e piratas começa neste domingo no Tocantins

A Anatel vai enviar mensagens de alerta e o bloqueio definitivo vai ocorrer a partir do dia 8 de dezembro deste ano.

Fatos inverídicos

TRE suspende programa eleitoral de Amastha e dá direito de resposta a Carlesse

O magistrado determinou que Carlesse terá 1 minuto e 09 segundos de direito de resposta.

Amor

Casal doa órgãos de filha de nove anos que morreu em hospital no Tocantins

A menina era uma criança especial e teve uma convulsão enquanto tomava banho em casa.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.