Tocantins

Ação na justiça cobra pavimentação de rodovias em 'condições de abandono' no Jalapão

Situação tem colocado em risco a segurança de quem precisa trafegar pelo local.

Por Redação
Comentários (0)

26/05/2021 17h27 - Atualizado há 4 meses
Estrada sem pavimentação

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) ajuizou, nesta quarta-feira (26), ação civil pública para que o Estado do Tocantins e Agência de Transportes e Obras, a Ageto, promovam a pavimentação asfáltica e sinalização em subtrechos das rodovias TO-010 e TO-030 entre os municípios de Novo Acordo e Mateiros, na região do Jalapão.

Conforme apurado em inquérito civil público instaurado ainda em 2019 pela Promotoria de Justiça, o subtrecho da TO-030 que liga Novo Acordo a São Felix do Tocantins e o subtrecho da TO-010 entre São Félix do Tocantins e Mateiros estão em condições de intrafegabilidade provocada pela falta de conservação preventiva e corretiva na pista de rolamento primário (sem pavimentação), além da ausência de sinalização vertical (placas).

A promotora de Justiça Renata Castro Rampanelli aponta que a situação tem causado transtornos à população e colocado em risco a segurança de quem precisa trafegar nesses trechos. “As condições de abandono dessa via pública, essencial para o desenvolvimento dessa região, têm alcançado grande repercussão na sociedade local, que exige providências neste sentido, uma vez que não podem ficar observando de mãos atadas uma rodovia estadual restar totalmente destruída e intrafegável por absoluto descaso do Poder Público”, disse.

No pedido liminar, a ação solicita que a justiça determine aos requeridos o prazo de 30 dias para realização de perícia no local, a fim de implantar sinalização e obras de artes especiais e drenagem. No mérito, requer que o Estado seja obrigado a pavimentar os trechos, fazendo incluir os valores necessários à reconstrução na Lei Orçamentária Anual para o exercício de 2022.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.