Alunos e professores da rede municipal de Araguaína receberão noções de primeiros socorros

Por Redação AF
Comentários (0)

13/03/2015 08h44 - Atualizado há 1 mês
<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br /> <br /> Entrou em vigor na &uacute;ltima quarta-feira (11) a Lei Municipal n&ordm; 2.937 que institui diretrizes para a inclus&atilde;o de capacita&ccedil;&atilde;o em no&ccedil;&otilde;es de primeiros socorros na rede municipal de ensino de Aragua&iacute;na (TO).&nbsp; O programa abrange alunos do 1&ordm; ao 9&ordm; ano do ensino m&eacute;dio fundamental.<br /> <br /> Segundo o autor do projeto, vereador Marcus Marcelo (PR), a lei tem o objetivo de fazer com que alunos, professores e funcion&aacute;rios da rede municipal saibam a maneira &quot;mais correta e segura&quot; para enfrentar situa&ccedil;&otilde;es emergenciais que exijam interven&ccedil;&otilde;es r&aacute;pidas, como por exemplo, prestar os primeiros socorros a vitimas de qualquer tipo de acidente.<br /> <br /> Conforme a Lei, o curso &ldquo;No&ccedil;&otilde;es de Primeiros Socorros&rdquo; n&atilde;o trar&aacute; preju&iacute;zo &agrave;s demais atividades escolares e ser&aacute; ministrado por profissionais j&aacute; contratados pela Prefeitura ou volunt&aacute;rios. A capacita&ccedil;&atilde;o aos alunos ser&aacute; ministrada atrav&eacute;s de atividades educativas e palestras que acontecer&atilde;o durante o per&iacute;odo letivo com conte&uacute;do adequado &agrave;s diferentes idades das crian&ccedil;as de cada ano escolar.<br /> <br /> Com o curso, os alunos, professores e funcion&aacute;rios ser&atilde;o capazes de identificar situa&ccedil;&otilde;es de emerg&ecirc;ncia; saber os n&uacute;meros de telefone dos servi&ccedil;os de atendimento emergencial e aprender tamb&eacute;m a import&acirc;ncia de manter a calma nessas situa&ccedil;&otilde;es.<br /> <br /> Os cursos poder&atilde;o ser ministrados por m&eacute;dicos; enfermeiros; agentes de defesa civil (que j&aacute; pertencem ao quadro de servidores do Munic&iacute;pio); bombeiros e tamb&eacute;m por instrutores te&oacute;ricos do Centro de Forma&ccedil;&atilde;o de Condutores.<br /> <br /> &quot;<em>Em situa&ccedil;&otilde;es emergenciais pouqu&iacute;ssimas pessoas sabem o que fazer&quot;</em>, ressaltou Marcus Marcelo, acrescentando que a execu&ccedil;&atilde;o do projeto n&atilde;o trar&aacute; custos adicionais ao Munic&iacute;pio, visto que a capacita&ccedil;&atilde;o pode ser ministrada pelos pr&oacute;prios servidores p&uacute;blicos.&nbsp;</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.