Apenas casos de urgência e emergência são atendidos

Por Redação AF
Comentários (0)

27/08/2014 13h22 - Atualizado há 5 dias
<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br /> <br /> Devido aos atrasos salariais, bem como de plant&otilde;es extras, os m&eacute;dicos que comp&otilde;em o quadro cl&iacute;nico da Unidade de Pronto Atendimento do Setor Aragua&iacute;na Sul (UPA) decidiram suspender os servi&ccedil;os a partir desta quinta-feira (28).&nbsp;Segundo eles, ser&atilde;o atendidos somente os casos de urg&ecirc;ncia e emerg&ecirc;ncia (pulseiras amarelas e vermelhas). A categoria reclama dos&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">constantes&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">atrasos nos&nbsp;repasses &agrave; Pr&oacute;-Sa&uacute;de que, por sua vez, tamb&eacute;m atrasa o pagamento dos profissionais.&nbsp;<br /> <br /> <u><strong>Carta aberta &agrave; sociedade</strong></u><br /> <br /> Por meio de carta aberta &agrave; sociedade, os m&eacute;dicos afirmaram que est&atilde;o sendo desrespeitados na sa&uacute;de p&uacute;blica. <em>&quot;Estamos desde 2013 vivendo na inseguran&ccedil;a econ&ocirc;mica, na qual, n&atilde;o temos data certa para receber, ficamos sem cr&eacute;dito na pra&ccedil;a e nossas fam&iacute;lias &eacute; que s&atilde;o penalizadas</em>&quot;.&nbsp;<br /> <br /> Os profissionais relatam ainda que n&atilde;o se trata de um caso isolado de atraso no pagamento. <em>&quot;H&aacute; sempre uma desculpa e as datas s&atilde;o frequentemente mudadas&quot;.&nbsp;</em><br /> <br /> Os m&eacute;dicos exigem que a Prefeitura de Aragua&iacute;na fa&ccedil;a o compromisso de efetuar todo dia 10 de cada m&ecirc;s o pagamento dos profissionais que atendem na UPA e no Hospital Municipal.<br /> <br /> A UPA do Setor Aragua&iacute;na Sul &eacute; a principal unidade que presta atendimentos de urg&ecirc;ncia e emerg&ecirc;ncia &agrave; popula&ccedil;&atilde;o de Aragua&iacute;na, de diversas cidades da regi&atilde;o e at&eacute; de outros Estados como o Par&aacute;. Por dia, dezenas de pessoas procuram a unidade.<br /> <br /> <u><strong>Cobrando explica&ccedil;&otilde;es</strong></u><br /> <br /> Nesta quarta-feira (27), o promotor Alzemiro Wilson Peres Freitas j&aacute; cobrou esclarecimentos dos secret&aacute;rios&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">Municipal e Estadual de Sa&uacute;de, Jean Lu&iacute;s Coutinho&nbsp; e Lu&iacute;s Ant&ocirc;nio da Silva, respectivamente, do Secret&aacute;rio Municipal da Fazenda, Alberto Sousa Brito, do Prefeito Ronaldo Dimas e do diretor da Pr&oacute;-Sa&uacute;de, Joaquim Fonseca Junior.</span><br /> <br /> <span style="font-size:14px;">A Pr&oacute;-Sa&uacute;de &eacute; a organiza&ccedil;&atilde;o social que administra o Hospital Municipal de Aragua&iacute;na (HMA), o Ambulat&oacute;rio de Especialidades e a UPA. O pagamento &agrave; entidade &eacute; feito atrav&eacute;s de repasses dos governos estadual, municipal e federal. A maior parcela, 50% do total, &eacute; proveniente do Governo Federal, os outros 50% s&atilde;o rateados igualmente entre o Munic&iacute;pio e o Estado.<br /> <br /> Conforme a Pr&oacute;-Sa&uacute;de, a d&iacute;vida da Prefeitura est&aacute; em R$ 6,9 milh&otilde;es, valores acumulados no per&iacute;odo de 2012 a 2014.&nbsp;<br /> <br /> <u><strong>O outro lado</strong></u></span><br /> <br /> <span style="font-size:14px;">Em nota, a Prefeitura de Aragua&iacute;na, por meio da Secretaria da Sa&uacute;de, informou que houve atraso no repasse contratual com a Pr&oacute;-Sa&uacute;de, em decorr&ecirc;ncia da troca de gestores da pasta. A nota diz ainda que j&aacute; foi feita a regulariza&ccedil;&atilde;o financeira nesta quarta-feira, 27, para que a Pr&oacute;-Sa&uacute;de fa&ccedil;a o pagamento dos profissionais m&eacute;dicos.</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.