Saúde

Após 2 anos, Saúde volta a permitir visitantes e acompanhantes em hospitais públicos

Medida foi tomada após a redução de casos de Covid-19.

Por Redação 562
Comentários (0)

12/04/2022 17h12 - Atualizado há 4 meses
Parturientes poderão ter acompanhantes nas maternidades públicas.

Com a redução expressiva dos casos da Covid-19, a Secretaria da Saúde do Tocantins (SES-TO) autorizou o retorno do acesso de visitantes e acompanhantes nos hospitais e maternidades da rede estadual.

A partir desta terça-feira (12), todas as unidades receberão Parecer Técnico, emitido pelo Grupo de Trabalho da Saúde, denominado GT-COVID, informando os critérios necessários para receber estes públicos.

“O Parecer orienta o retorno consciente e seguro dos acompanhantes, pacientes e os servidores lotados nestas unidades hospitalares, para que sejam evitados uma nova onda de casos e o adoecimento da população”, destacou o diretor de Regulação, Monitoramento e Avaliação do Trabalho, Robson José da Silva.

Conforme o secretário da Saúde, Afonso Piva, a redução dos casos da Covid-19 e, principalmente, a redução da gravidade dos casos e dos óbitos, após a vacinação da população, possibilitou a revisão de algumas medidas que foram impostas à sociedade.

“A liberação dos acompanhantes é um avanço positivo para a população que tendo do lado seus entes queridos podem elevar o seu bem estar e agilizar o processo de recuperação”, pontuou o gestor.

Entre outras observações o Parecer pontua que:

- Todos os acompanhantes e visitantes devem obrigatoriamente utilizar máscara (cobrindo boca e nariz) durante todo o período de permanência no hospital, inclusive em apartamentos, com trocas sempre que estiverem úmidas;

- Todos os acompanhantes e visitantes devem higienizar com frequências as mãos com água e sabão ou álcool a 70%;

– Não é permitida a entrada de acompanhantes ou visitantes com sintomas gripais, tais como: febre, tosse, coriza, perda do olfato ou paladar, entre outros, que esteja no período de 14 dias do início dos sintomas;

– Pessoas com síndrome gripal ou suspeita de doenças transmissíveis (COVID-19) não devem realizar visita a pacientes ou ser acompanhante;

– Não é permitida a entrada de acompanhantes ou visitantes com diagnóstico de COVID-19 nos 14 dias anteriores, mesmo em alas destinadas a COVID – 19;

 – Não é permitida a entrada de acompanhantes ou visitantes que tiveram contato com pessoas com diagnóstico de COVID-19 nos 14 dias anteriores.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.