Educação

Após massacre em São Paulo, MPE recomenda mais segurança em escolas no Tocantins

A intenção, segundo o MPE, é garantir um controle mais eficiente de entrada e saída de pessoas das escolas.

Por Redação 1.414
Comentários (0)

14/03/2019 17h00 - Atualizado há 5 meses
MPE em Arraias

O Ministério Público Estadual (MPE) recomendou que providências sejam adotadas para uma segurança mais efetiva nas escolas públicas estaduais localizadas no município de Arraias, sul do Tocantins.

A recomendação foi expedida nesta quinta-feira (14) para a Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) e ao diretor regional de Educação do município.

Ela também ocorre um dia depois do massacre registrado na escola estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na região metropolitana de São Paulo, que deixou 10 mortos, sendo cinco alunos e duas funcionárias da instituição.

Na recomendação do MPE, é proposto que os profissionais que atuam na segurança e na vigilância das unidades escolares recebam treinamento e cursos de capacitação e aperfeiçoamento.

A intenção, segundo o MPE, é garantir um controle mais eficiente de entrada e saída de pessoas das escolas, bem como que sejam adotadas outras medidas para a prevenção das práticas de violência física no interior dos estabelecimentos de ensino de Arraias.

A recomendação é uma iniciativa do promotor de Justiça João Neumann Marinho da Nóbrega.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.