Saúde

Araguaína abre mais leitos para covid-19 e serviço de hemodiálise no Hospital de Campanha

Araguaína chegou a a 52 leitos exclusivos para pacientes com a doença.

Por Redação
Comentários (0)

02/09/2020 15h12 - Atualizado há 1 mês
Novos leitos já estão em operação

Novos cinco leitos já estão em operação no Hospital Municipal de Campanha (HMC) de Araguaína, segundo informação divulgada pela prefeitura nesta quarta-feira (2).

Os leitos foram implantados com recursos financeiros repassados pelo Ministério da Saúde (MS) ao Fundo Municipal de Saúde para enfrentamento da covid-19, além dos equipamentos hospitalares doados pelas empresas JBS e Gelnex e dos ventiladores pulmonares cedidos pelo Governo do Estado, por meio do MS.

Com os novos leitos, Araguaína chega a 52 leitos de UTI adulto e 6 leitos de UTI pediátricos exclusivos para pacientes com covid-19. Desse total, 40 estão instalados no Hospital Municipal de Campanha, sendo 15 leitos com Unidades de Terapia Intensiva (UTI) operacionais e 25 leitos clínicos para pacientes com quadros mais leves da doença.

“Apesar de ser uma doença nova, que dificulta a tomada de decisões, Araguaína tem sido referência para todo o Tocantins na utilização dos recursos recebidos e no combate ao avanço da covid-19. A previsão é que, nos próximos 15 dias, mais 5 leitos clínicos sejam transformados em  leitos de UTI, totalizando 20 leitos de UTI e 20 clínicos no HMC”, anunciou a secretária municipal da saúde, Ana Paula Abadia.

Novo tratamento de hemodiálise

Nessa terça-feira, 1º de setembro, a prefeitura também iniciou o serviço de hemodiálise dentro do Hospital de Campanha de Araguaína para os pacientes internados na unidade.

O serviço foi disponibilizado para evitar a necessidade de transferência de pacientes com covid-19 até outras unidades hospitalares ou mesmo para Palmas, como já vem acontecendo, aumentando ainda mais o risco de vida do paciente na transferência.

“Estávamos com problemas em relação a pacientes com covid-19 em estado crítico com insuficiência renal e que precisavam fazer hemodiálise. Nesses casos, os pacientes eram transferidos para o Hospital Regional de Araguaína, para o Hospital Dom Orione ou até mesmo para Palmas. Com a implantação desse serviço dentro do Hospital Municipal de Campanha, poderemos garantir mais qualidade no tratamento dos pacientes e segurança para todos”, explicou a secretária.

(Felipe Maranhão)

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.