Artesãs apresentam trabalhos na Expoart 2014, em Brasília, no lançamento da Coleção Babaçu Brasil

Por Redação AF
Comentários (0)

05/11/2013 10h30 - Atualizado há 1 segundo
<div style="text-align: justify;"> <span style="font-size:14px;"><u>Arnaldo Filho e Fernando Almeida</u><br /> <br /> Duas artes&atilde;s da Casa de Apoio Ana, em Aragua&iacute;na-TO, embarcaram na tarde desta segunda-feira (4) para Bras&iacute;lia (DF) onde participam, entre os dias&nbsp; 5 e 10 de novembro, da Expoart 2014, no lan&ccedil;amento da Cole&ccedil;&atilde;o Baba&ccedil;u Brasil.&nbsp;<br /> <br /> Para chegar ao evento, o grupo, formado por cinco mulheres, teve que passar por cursos de capacita&ccedil;&atilde;o abordando empreendedorismo, cultura do Estado, elabora&ccedil;&atilde;o de projetos, confec&ccedil;&atilde;o de ficha t&eacute;cnica, estudo das misturas de tintas, al&eacute;m de conhecer a pr&oacute;pria identidade.<br /> <br /> <u><strong>Prepara&ccedil;&atilde;o</strong></u><br /> <br /> Ao todo foram oito meses de prepara&ccedil;&atilde;o com pinturas, croch&ecirc;, costura e tear. Ser&atilde;o levadas para a Expoart 2014 cerca de 200 pe&ccedil;as que s&atilde;o o resultado deste trabalho. O grupo de artes&atilde;s &eacute; composto por Maria das Dores, 35 anos, Jualene Martins, 33 anos, Marilaine Ramos, 55 anos, Maria de F&aacute;tima, 58 anos e&nbsp; M&ocirc;nica Alves, 28 anos.&nbsp; As duas &uacute;ltimas foram as selecionadas para representar a equipe na Feira em Bras&iacute;lia.<br /> <br /> Para as artes&atilde;s, a Feira &eacute; uma oportunidade de divulgar o trabalho e a cultura regional.&nbsp; <em>&ldquo;Vamos levar o nome de Aragua&iacute;na.&nbsp; Nas nossas pe&ccedil;as trabalhamos temas relacionados &agrave; regi&atilde;o,&rdquo;</em>&nbsp; explica&nbsp; a integrante Jualene Martins.&nbsp;<br /> <br /> J&aacute; Maria de F&aacute;tima, que iniciou como aluna e agora &eacute; instrutora nos cursos ofertadas pela Casa de Apoio Ana, destaca a orienta&ccedil;&atilde;o dos especialistas como essencial para o aperfei&ccedil;oamento da profiss&atilde;o de artes&atilde;.&nbsp;<em>&ldquo;Para mim &eacute; muito importante.&nbsp; Eu desenvolvi o trabalho em grupo e a Casa tem dado todo apoio e a t&eacute;cnica necess&aacute;ria,&rdquo;</em> reconhece a artes&atilde;.<br /> <img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/DSC04027.JPG" style="width: 600px; height: 450px;" /><br /> <u><strong>Casa de Apoio Ana</strong></u><br /> <br /> A Casa de Apoio Ana existe em Aragua&iacute;na h&aacute; 5 anos como projeto piloto das Casas de Apoio no mundo. Neste per&iacute;odo, cerca de 800 pessoas j&aacute; foram atendidas pelo Projeto e atualmente mais de 40 fam&iacute;lias participam dos cursos disponibilizados pela Associa&ccedil;&atilde;o. O Projeto Ana nasceu h&aacute; 18 anos na &Aacute;sia.&nbsp;<br /> <br /> Segundo a gestora Eva Almeida, a &ldquo;vontade de participar&rdquo; &eacute; o principal crit&eacute;rio de sele&ccedil;&atilde;o. Ainda conforme Eva, o projeto tem crescido muito, mas faltam mais volunt&aacute;rios. <em>&ldquo;&Agrave;s vezes as pessoas querem colaborar, mas n&atilde;o sabem onde. Aqui ser&atilde;o muito bem vindos&rdquo;,</em> garantiu.&nbsp;&nbsp; Da renda, 60% &eacute; usado para custear as despesas da Casa e do curso, e 40% fica com a artes&atilde;/aluna.<br /> <br /> <u><strong>Cursos gratuitos&nbsp;</strong></u><br /> <br /> Em Aragua&iacute;na, a Casa Ana oferece cursos gratuitos de cabeleireiro, bal&eacute;, pintura em tecidos, artesanatos e tear, atrav&eacute;s de parcerias com institui&ccedil;&otilde;es como Sebrae, Senai, Instituto Mazau e volunt&aacute;rios. &ldquo;Muitas das mulheres que foram alunas, hoje s&atilde;o instrutoras&rdquo;, disse Eva Almeida.<br /> <br /> Atualmente o Projeto&nbsp; tamb&eacute;m oferece o curso de pintura na Igreja Presbiteriana e atende 80 fam&iacute;lias ribeirinhas na Comunidade Remanso dos Botos, em Xambio&aacute;. &Eacute; uma associa&ccedil;&atilde;o acoplada &agrave; R&aacute;dio Transmundial, sem fins lucrativos e que trabalha com mulheres de baixa renda. Recentemente foi declarada de utilidade p&uacute;blica para C&acirc;mara Municipal.<br /> <br /> O trabalho realizado pelo Projeto Ana em v&aacute;rios pa&iacute;ses j&aacute; se transformou em livro escrito pela fundadora e coordenadora internacional, Marli Spieaker. <em>&ldquo;Quando a esperan&ccedil;a vence&rdquo;</em> relata as experi&ecirc;ncias de mulheres que passaram pelo projeto tanto no Brasil, quanto em outros pa&iacute;ses. Todo o material produzido na Casa &eacute; vendido.</span><br /> <br /> <u><strong><span style="font-size:14px;">1&ordf; Mostra de Iconografia</span></strong></u><br /> <br /> <span style="font-size:14px;">As artes&atilde;s da Casa de Apoio Ana, em Aragua&iacute;na, expuseram parte do trabalho na 1&ordf; Mostra de Iconografia do Tocantins que aconteceu durante o 1&ordm; Congresso da Ind&uacute;stria Tocantinense. Segundo explicou o diretor da Casa, Silvio Carneiro, iconografia s&atilde;o imagens que representam a cultura do Estado e que s&atilde;o facilmente reconhecidas pelo povo.&nbsp;<br /> <br /> A Casa e Apoio Ana funciona na Rua Colinas, Setor Vila Norte, pr&oacute;ximo &agrave; UPA, em Aragua&iacute;na.<br /> <br /> <img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/DSC04036.JPG" style="width: 300px; height: 225px; float: left;" />&nbsp;<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/arte.jpg" style="width: 300px; height: 225px; float: right;" /></span></div>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Mais Notícias

Fato Inusitado

Prefeito diz que se autonomeou secretário de Saúde 'prezando pela economia'

Wesley Camilo disse ainda que não receberá salário pela nova função.

Problemas de saúde

Ex-governador Siqueira Campos deixa UTI e pode retornar ao Tocantins em 10 dias

Ele estava internado em São Paulo para o tratamento de uma pneumonia desde o dia 4 deste mês.

Fim de ano

Mais de 60% das empresas de Palmas devem abrir vagas de emprego temporário

A maior parte das vagas será para empresas do segmento de vestuário (28,3%).

LDO

Governo do Tocantins espera arrecadar R$ 10,2 bilhões nos próximos três anos

Os demonstrativos das metas fiscais para 2019-2021 foram apresentados na Assembleia Legislativa.

Brasil

Carteiro amigo de cachorros faz sucesso com selfies na internet e conta segredo

Ele começou postando fotos e vídeos curtos e atualmente tem mais de 45 mil seguidores no Instagram.

Para 2019

Deputados e senadores do Tocantins têm R$ 15,4 milhões de emendas individuais

As emendas devem priorizar saúde, educação e segurança pública.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.