Araguaína

Às vésperas do fim do mandato, Dimas sanciona orçamento com R$ 750 milhões para 2021

O maior orçamento está na Saúde, com R$ 180 milhões.

Por Redação
Comentários (0)

30/12/2020 14h45 - Atualizado há 5 meses
Ronaldo Dimas, prefeito de Araguaína

A receita total do Orçamento do Município de Araguaína para 2021 é de R$ 750.119.870. A soma é R$ 90 milhões a mais que o orçamento previsto para este ano (656.999.044,64). A Lei Orçamentária Anual (LOA) nº 3195 foi sancionada nessa segunda-feira (28) pelo prefeito Ronaldo Dimas, após ser aprovada na Câmara dos Vereadores na última semana. 

O crescimento de mais de 10% tem se tornado frequente nas LOA do Município nos últimos anos. Araguaína tem tido crescimento atípico a nível de Brasil devido à captação de recursos para realização de obras. Os investimentos têm gerado emprego e renda e aquecido a economia local.

Para 2021, o maior orçamento está na Saúde, com R$ 180 milhões, para construção da segunda etapa do Hospital Municipal e unidades de saúde, como do Raizal, Araguaína Sul e Barros; colocar em funcionamento a Oficina Ortopédica, Clínica da Mulher, Pronto Socorro Infantil; e ainda assumir serviços de alta complexidade que serão remanejados do Estado para o Município.
 
Mais infraestrutura e segurança

A Secretaria da Infraestrutura terá investimento de R$ 172,2 milhões. O valor será para as obras que têm financiamento do Banco CAF, com marginais, parques e drenagem. Ainda receberão recursos a pavimentação do Monte Sinai, e ruas sem asfalto nos setores Palmas, Vila Goiás, entre outros.

A Guarda Municipal e a Agência de Segurança Transporte e Trânsito (ASTT) terão R$ 29,4 milhões no orçamento. O investimento está previsto para pagamento de salários dos novos agentes, para aquisição de novas viaturas, armamento, combustível, uniforme e implantação de vídeomonitoramento.

Secretaria da Infraestrutura terá investimento de R$ 172,2 milhões

Orçamentos gerais

Os outros valores estão previstos para manter obras e investimentos nas gestões de secretarias e autarquias. Para a Educação estão previstos R$ 170.460.510. A Ação Social, Trabalho e Habitação terá previsão de investimento de R$ 19.073.130; Controle Interno, R$ 862.640; Administração, 13.639.670; Gabinete do Prefeito, R$ 5.247.000; Fazenda, Ciência, Tecnologia e Inovação, R$ 46.613.000; Governo, R$ 729.550; Captação e Gestão de Recursos, R$ 806.970; Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, R$18.173.292; Planejamento, R$ 3.481.000; e Esporte, Cultura e Lazer, R$ 20.768.429.

As autarquias e instituições terão os seguintes orçamentos de acordo com a previsão do Município: R$ 9.917.325 para Procuradoria Geral do Município, R$ 181.000 para Consórcio Público de Desenvolvimento Regional do Centro Norte, R$ 17.846.000 para Câmara Municipal, R$ 38.700.000 para Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Araguaína e R$ 1.882.450 para Fundação de Atividades Municipais Comunitárias de Araguaína.

Receitas

As previsões são com base em receitas resultantes de Impostos, Taxas e Contribuição de Melhoria (R$ 108.058.42), intraorçamentárias (R$ 17.000.000) e de capital, como operações de créditos, amortização e empréstimos e transferências (R$ 159.616.667).

(Thatiane Cunha/Ascom)

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.