Contraprova

ATS contesta laudo que aponta presença de coliformes na água de Palmeirante e quer contraprova

O laudo contestado foi realizado pelo Laboratório de Saúde Pública de Araguaína, órgão do Governo do Estado.

Por Redação
Comentários (0)

29/11/2019 11h12 - Atualizado há 1 ano
Prédio da ATS

A Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) contestou o laudo que aponta presença de coliformes totais na água fornecida aos moradores de Palmeirante, no norte do Estado, e defendeu nova coleta de amostra para apresentação da contraprova.

O laudo contestado foi realizado pelo Laboratório de Saúde Pública de Araguaína, órgão do Governo do Estado. O resultado foi discutido na Câmara de Vereadores e moradores exigiram a revogação do contrato de concessão da ATS.

Contudo, a agência disse que não acompanhou a realização dos exames e recomendou uma nova coleta, dessa vez com a presença de seus técnicos.

Sobre amostras fora dos padrões, recomendamos que seja feita uma nova coleta para contraprova dos resultados, acompanhada de um de nossos técnicos para que todos os procedimentos de coleta, manipulação, armazenamento e transporte das amostras de água sejam assegurados e atinjam a maior confiabilidade possível no resultado final”, disse a ATS.

Além disso, a autarquia afirmou que o laudo do Laboratório de Saúde Pública de Araguaína não condiz com os laudos da própria ATS, que, segundo afirmado, estão em consonância com o que é preconizada pela portaria de consolidação 05/2017 do Ministério da Saúde.

A ATS também afirmou que possui um rigoroso programa de controle de qualidade e conta com equipe que monitora constantemente toda água que é fornecida à população, tanto a bruta quanto a tratada.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.