Crueldade

Cerca de 30 gatos morrem com suspeita de envenenamento na região sul de Palmas

Moradores já registraram ocorrência na Delegacia do Meio Ambiente e estão revoltados.

Por Weslene Rocha 1.671
Comentários (0)

28/01/2019 09h46 - Atualizado há 8 meses
Moradores estão fixando cartazes com o alerta

Nesta semana, moradores das quadras 106 Norte e 308 Sul de Palmas denunciaram um surto de animais envenenados na região. A suspeita começou a partir do dia 9 de janeiro, quando uma moradora desconfiou do suposto envenenamento de sua gata de estimação.

"Uma vizinha mandou no grupo de vigilância que tinham tentado matar envenenada a gatinha dela por volta de 11h30min da manhã. No final da tarde ela morreu”, contou a moradora Tatiana dos Santos Neves.

Segundo a moradora, na quadra 106 Norte, uma cuidadora de animais de rua disse sentir falta de pelo menos 8 dos animais que ela alimenta. Moradores da mesma quadra já chegaram a contar pelo menos 20 animais desaparecidos ao longo das duas últimas semanas.

"Os vizinhos que tem câmeras em suas residências estão sempre de olho tentando flagrar a pessoa, mas até hoje sem sucesso", contou ela.

Os moradores também estão revoltados com a crueldade. "Não temos ideia de quantos já foram mortos por esse monstro, mas sabemos que ele não faz seleção alguma. Pode estar de coleira que ele mata!", disse Tatiana dos Santos.

Dona de um dos animais mortos, Mayssa Rebecca Batista Ferreira, moradora da quadra 308 Sul há 21 anos, disse que percebeu a situação quando um de seus gatos de estimação sumiu, e apareceu no dia seguinte com um corte na língua.

"Tomou analgésico, antibiótico e não reagiu, ficou debilitado, não comia, não bebia, não fazia nada. Achamos que ia melhorar, que talvez estava assim por dor, mas no outro dia pela manhã ele morreu”, contou a moradora, explicando que apesar dos medicamentos receitados, o animal não resistiu. "Foi muito estranho, ficamos devastados".

Mayssa Rebecca decidiu procurar informações e ao entrar em contato com uma colega responsável por uma ONG animal descobriu que já havia outras denúncias nas redes sociais. Casos registrados inclusive na mesma região e que em menos de duas semanas, aproximadamente 10 gatos já tinham sido encontrados mortos.

Um dos vizinhos de Mayssa Rebecca disse que percebeu veneno na porta da própria casa depois que sua gata de estimação morreu. “Outra falou que uma gata tinha desaparecido, além disso, um veterinário falou que já tinha atendido duas ocorrências parecidas da quadra esses mesmos dias”, contou ela, justificando ainda mais a suspeita.

A jovem registrou uma denúncia na Delegacia do Meio Ambiente e disse que a falta de suspeito é a maior dificuldade. “Eles disseram que iam mandar algumas pessoas vasculharem a quadra, procurar em câmeras, falar com moradores”, finalizou.

"Converso no grupo da quadra e incentivo todos a denunciarem, nem que seja de forma anônima”, disse a jovem, que além de colar cartazes pela quadra alertando da prática criminosa, tenta mobilizar os vizinhos.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.