Tocantins

Chuva deixa famílias isoladas, destrói aterro de ponte e prefeitura decreta calamidade

Várias comunidades estão isoladas no sudeste do Tocantins.

Por Conteúdo AF Notícias 1.864
Comentários (0)

28/12/2021 09h36 - Atualizado há 4 meses
Aterro da ponte cedeu

Paranã, no sudeste do Tocantins, está entre os municípios mais afetados pelas fortes chuvas que caem na região durante os últimos dias. Peixe e Miracema do Tocantins também sofrem.

Segundo a Prefeitura de Paranã, há várias comunidades rurais e famílias totalmente isoladas pelas enchentes, sendo que o salvamento, em alguns casos, será possível apenas por meio aéreo.

Nesta terça-feira (28), a prefeitura divulgou através das redes sociais que o aterro da ponte que leva à região do Prata, sentindo Campo Alegre a Cavalcante, cedeu. Um vídeo mostra que está impossível passar pelo local.

“A passagem está interrompida para as comunidades de Barra do Prata, Congonhas, Salinas, Ouro Fino, Região Maiadinha, Região de Cavalcante, Comunidade Capela, Comunidade Taboca até a Barra do Corrente”, afirmou.

A prefeitura e a Defesa Civil Municipal pedem aos moradores que evitem tentar passar pelo local em razão do risco de acidentes. Quem estiver em situação de emergência deve acionar a Prefeitura de Paranã pelo telefone (63) 98425-0527.

Outro vídeo também mostra a ponte do Rio São Domingos com a água já muito próxima das tábuas nesta segunda-feira (27). “A Prefeitura de Paranã e a Defesa Civil Municipal pedem que a população evite a passagem pelo local. Ainda não é possível saber se há danos nas vigas de sustentação da ponte e não se pode descartar o risco de desabamento. A mesma recomendação vale para a Ponte do Riacho Fundo. Evite a passagem pelo local!”, escreveu a prefeitura.  

Já o aterro da ponte sobre o Rio Urubu está cedendo e existe uma cratera no local. A recomendação é para que os moradores não passem pelo local, pois há risco de acidentes.

 

Calamidade pública

A Prefeitura do Paranã também informou que decretou estado de calamidade pública por causa das enchentes que atingem o município.

Com o decreto, passa a ser possível fazer contratação dos serviços emergenciais necessários para o atendimento dos moradores da cidade. O documento também pode facilitar a transferência de recursos Estaduais e da União para a Prefeitura fazer essas ações emergenciais, além do recebimento de cestas básicas e outros itens urgentes.

VEJA MAIS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.