Companhia aérea perde contato com avião que levava 116 a bordo

Por Redação AF
Comentários (0)

24/07/2014 09h27 - Atualizado há 1 mês
<span style="font-size:14px;">A companhia a&eacute;rea Air Alg&eacute;rie perdeu contato nesta quinta-feira (24) com um de seus avi&otilde;es 50 minutos ap&oacute;s ele decolar de Uagadugu, capital de Burkina Faso. O voo AH5017 havia partido em dire&ccedil;&atilde;o a Argel, capital argelina, mas n&atilde;o pousou conforme previsto.<br /> <br /> &quot;Os servi&ccedil;os de navega&ccedil;&atilde;o a&eacute;rea perderam o contato com um avi&atilde;o da Air Alg&eacute;rie que voava nesta quinta-feira de Uagadugu a Argel, 50 minutos ap&oacute;s a decolagem&quot;, anunciou a companhia a&eacute;rea, cujas informa&ccedil;&otilde;es foram divulgadas pela APS, ag&ecirc;ncia estatal de not&iacute;cias da Arg&eacute;lia. A empresa afirmou ainda que ativou seu plano de emerg&ecirc;ncia.<br /> <br /> Segundo a companhia a&eacute;rea espanhola Swiftair, dona do avi&atilde;o, estavam a bordo 110 passageiros e seis tripulantes. A empresa declarou que tamb&eacute;m n&atilde;o consegue contato com a aeronave, um McDonnell Douglas MD-83.<br /> <br /> A Swiftair informou em nota que o avi&atilde;o partiu &agrave; 1h17, no hor&aacute;rio local (22h17 em Bras&iacute;lia), e deveria ter pousado na Arg&eacute;lia &agrave;s 5h10, mas n&atilde;o chegou a seu destino.<br /> <br /> A trajet&oacute;ria do voo AH5017 n&atilde;o estava imediatamente clara.<br /> <br /> Uma fonte an&ocirc;nima da Air Alg&eacute;rie citada pela ag&ecirc;ncia francesa de not&iacute;cias AFP disse que &quot;o avi&atilde;o n&atilde;o estava longe da fronteira argelina quando foi pedido &agrave; tripula&ccedil;&atilde;o que fizesse um desvio por causa da baixa visibilidade e para evitar o risco de colis&atilde;o com outra aeronave na rota Argel-Bamaco [capital do Mali]&quot;.<br /> <br /> Burkina Faso fica ao sul da Arg&eacute;lia, e suas capitais est&atilde;o distantes em uma linha quase reta passando pelo Mali --o norte do pa&iacute;s enfrenta conflitos envolvendo isl&acirc;micos ligados &agrave; Al Qaeda e separatistas Tuareg.<br /> <br /> As autoridades argelinas informaram que seu &uacute;ltimo contato com o AH5017 se deu a 1h55 (hor&aacute;rio local) quando o avi&atilde;o passava por Gao, no Mali.<br /> <br /> Issa Saly Maiga, chefe da Ag&ecirc;ncia Nacional de Avia&ccedil;&atilde;o do Mali, disse que j&aacute; est&aacute; em andamento uma opera&ccedil;&atilde;o de busca do voo desaparecido.<br /> <br /> &quot;N&oacute;s n&atilde;o sabemos se o avi&atilde;o est&aacute; em territ&oacute;rio malin&ecirc;s&quot;, afirmou &agrave; ag&ecirc;ncia Reuters. &quot;Autoridades de avia&ccedil;&atilde;o est&atilde;o mobilizadas nos pa&iacute;ses envolvidos: Burkina Faso, Mali, Nig&eacute;ria, Alg&eacute;ria e Espanha.&quot;<br /> <br /> <u><strong>Franceses entre os passageiros</strong></u><br /> <br /> Ao menos 50 cidad&atilde;os franceses est&atilde;o entre as 116 pessoas a bordo do avi&atilde;o que desapareceu, de acordo o jornal &quot;Le Figaro&quot;. A informa&ccedil;&atilde;o teria sido confirmada&nbsp; pelo representante da Air Alg&eacute;rie em Burkina Faso durante uma entrevista coletiva.<br /> <br /> Segundo o jornal, o piloto do MD-83 pediu autoriza&ccedil;&atilde;o para fazer uma altera&ccedil;&atilde;o de rota em raz&atilde;o de uma tempestade na regi&atilde;o, de acordo com declara&ccedil;&otilde;es do ministro dos Transportes burquinense, Jean Bertin Ou&eacute;draogo.<br /> <br /> O incidente &eacute; mais uma na sequ&ecirc;ncia de ocorr&ecirc;ncias a&eacute;reas internacionais dos &uacute;ltimos dias. Na semana passada, um avi&atilde;o da Malaysia Airlines com 298 pessoas a bordo (a maioria cidad&atilde;os da Holanda) caiu no leste da Ucr&acirc;nia quando voava de Amsterdam (Holanda) para Kuala Lumpur (Mal&aacute;sia). O governo dos Estados Unidos acusa separatistas pr&oacute;-R&uacute;ssia que controlam a regi&atilde;o de terem derrubado o Boeing&nbsp; 777 que fazia o voo MH17.<br /> <br /> Ontem, um avi&atilde;o da TransAsia Airways caiu nas ilhas Penghu, em Taiwan, com 58 pessoas a bordo (a maioria de Taiwan)&ndash;ao menos 48 morreram. O avi&atilde;o que fazia o voo GE222 tentava fazer um pouso de emerg&ecirc;ncia quando caiu. Ainda n&atilde;o h&aacute; confirma&ccedil;&otilde;es sobre as causas do acidente, mas acredita-se que a passagem do tuf&atilde;o Matmo pela regi&atilde;o tenha complicado as condi&ccedil;&otilde;es de tr&aacute;fego a&eacute;reo. (Com ag&ecirc;ncias internacionais)</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Mais Notícias

De Figueirópolis

Professor do Tocantins vence prêmio nacional com projeto sobre esportes

O objetivo do prêmio é reconhecer o trabalho dos professores que contribuem para a qualidade da educação básica.

Investigação

PF prende médico no Tocantins em operação que investiga corrupção na Saúde

Mandados também estão sendo cumpridos em São Luís (MA), Imperatriz (MA), Parauapebas (PA), Brasília (DF) e Goiânia (GO).

Estado

Bunge Açúcar e Bioenergia abre vagas para jovens engenheiros no Tocantins

As inscrições vão até o dia 9 de novembro.

Nesta quinta, 18

Vagas de emprego para manicure, mecânico, porteiro, zelador e vendedor

As vagas são para todos os níveis de escolaridade e estão distribuídas em nove cidades do Estado.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.