Sob suspeita

Deputado já busca assinaturas para instaurar CPI do PlanSaúde após denúncias de corrupção

Para que o pedido de CPI seja protocolado são necessárias oito assinaturas.

Por Arnaldo Filho 568
Comentários (0)

20/08/2019 19h19 - Atualizado há 3 meses
Pedido de CPI foi apresentado na sessão desta terça-feira (20)

O deputado estadual Professor Júnior Geo (PROS) apresentou na tarde desta terça-feira (20) um documento que requer a criação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com a finalidade de verificar a regularidade do processo de contratação de empresa para administrar o plano de saúde dos servidores estaduais (PlanSaúde).

A medida foi tomada após denúncias de um suposto esquema de corrupção, cobrança de propina e extorsão contra prestadores de serviços do Plansaúde. O escândalo foi revelado pelo médico Luciano Castro em um áudio que viralizou nos grupos de WhatsApp

Durante a sessão na Assembleia, o deputado entregou o documento aos demais parlamentares que estavam presentes para que tomem ciência sobre a solicitação.

Porém, para que o pedido de CPI seja protocolado são necessárias oito assinaturas. “Acredito que diante do cenário atual, o mais prudente é instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito para que sejam apurados os fatos diante das denúncias. Não podemos ficar omissos a esta situação”, destacou.

O deputado cita também outros fatores como a operação Marcapasso, deflagrada pela Polícia Federal no final de 2017, que apurou irregularidades ocorridas na Secretaria de Saúde, dentre elas, fraude em licitações envolvendo a empresa que administrava o PlanSaúde; e o descredenciamento do Hospital Oswaldo Cruz, que expôs a público a dificuldade em conseguir prosseguir com o atendimento ao plano motivaram a solicitação do deputado.

Denúncias de corrupção no PlanSaúde motivam pedido de CPI

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.