Emprego e renda

Economia dá sinais de recuperação no Tocantins e desemprego é o menor em 4 anos

São 71 mil pessoas a mais trabalhando entre 2021 e 2022.

Por Redação
Comentários (0)

17/05/2022 08h19 - Atualizado há 1 mês
Mais de 70 mil pessoas conseguiram enprego entre 2021 e 2022

O Estado do Tocantins registrou uma queda de 9,4% na taxa de desemprego no primeiro trimestre de 2022, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada na última sexta-feira (13). O índice é o menor registrado pela pesquisa no período, nos últimos quatro anos.

Para o Governo do Estado, esses dados revelam uma franca recuperação da economia do Tocantins. “Apesar dos impactos provocados pela pandemia durantes os últimos anos, temos realizado inúmeros esforços que fortalecem nossa economia e contribuem para geração de emprego. O cenário é promissor e esperamos que a reação se traduza em melhoria de vida para nossa população”, afirmou o governador Wanderlei Barbosa.

Ao comparar os dados do primeiro trimestre de 2022 com o quarto trimestre de 2021, percebe-se que a população ocupada aumentou de 693 mil para 700 mil trabalhadores. São 7 mil trabalhadores a mais de um trimestre para outro. Já a população desocupada diminuiu de 74 mil pessoas para 71 mil pessoas, uma redução de 4,23% de um trimestre para o outro.

“Tivemos dados muito promissores no primeiro trimestre deste ano, esse fato pode ser atestado tanto na comparação com o trimestre anterior quanto equiparando com o primeiro trimestre de anos anteriores”, observou o secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), José Messias Araújo.

A população ocupada no Tocantins, segundo a Pnad, aumentou de 629 mil no primeiro trimestre de 2021 para 700 mil no primeiro trimestre de 2022. São 71 mil pessoas a mais trabalhando, o que representa um aumento de 10,14% na taxa de ocupação.

Características da População Ocupada no Tocantins

Os trabalhadores por conta própria representam 22%, da população ocupada no Estado, o que corresponde a 178 mil pessoas. Os empregados no setor público constituem 20%, o que corresponde a 162 mil trabalhadores. Os profissionais no setor privado com carteira assinada representam 34%, ou seja, 277 mil pessoas; e sem carteira assinada totalizam 14%, ou seja, 111 mil indivíduos. Já os Empregadores são 3%, o que corresponde a 25 mil pessoas; e o Trabalhador Familiar constitui 6%, ou seja, 49 mil pessoas.

A gerente do Observatório do Trabalho no Tocantins, Wilany Bezerra, pontua que o setor de ocupação que mais cresceu entre o quarto trimestre de 2021 e o primeiro trimestre de 2022 foi o setor privado com crescimento de 38,99%. Já o que teve redução foi os Trabalhadores por Conta Própria com redução de 5.06%. “Muitos fatores podem levar a esse desempenho, mas o crescimento dos empregos formais é muito importante para o desenvolvimento social do Estado”, pontuou.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.