Enfermagem do Tocantins cruza os braços por 24 horas na próxima segunda-feira e já aprova greve

Por Redação AF
Comentários (0)

24/03/2015 08h40 - Atualizado há 1 mês
<span style="font-size:14px;">Nesta segunda-feira, 23, os profissionais de enfermagem do Estado do Tocantins aprovaram, em assembleia extraordin&aacute;ria, a deflagra&ccedil;&atilde;o de um movimento grevista com in&iacute;cio na pr&oacute;xima segunda-feira, 30.<br /> <br /> Na assembleia, os servidores discutiram sobre a proposta feita pelo Governo do Estado, que estendeu para 8 e 12 meses (conforme faixa salarial) os prazos para o pagamento dos retroativos e n&atilde;o apresentou nenhuma proposta para a inclus&atilde;o das progress&otilde;es dos servidores, atrasadas desde 2010.<br /> <br /> Diante da situa&ccedil;&atilde;o, os profissionais de enfermagem decidiram n&atilde;o aceitar a proposta do Governo e aprovaram por unanimidade a deflagra&ccedil;&atilde;o do movimento grevista. O movimento iniciar&aacute; com uma paralisa&ccedil;&atilde;o de 24 horas, no dia 30 de mar&ccedil;o. Caso o governo n&atilde;o apresente nenhuma proposta at&eacute; o dia 5 de abril, os profissionais de enfermagem entraram em um movimento grevista por tempo indeterminado, a partir do dia 6 de abril de 2015.<br /> <br /> Conforme a categoria, o motivo da paralisa&ccedil;&atilde;o &eacute; a anula&ccedil;&atilde;o dos efeitos financeiros das progress&otilde;es e do pagamento dos retroativos de insalubridade, progress&atilde;o e adicional noturno. <em>&ldquo;O que estamos buscando &eacute; o pagamento dos nossos direitos, pois estes benef&iacute;cios s&atilde;o de 2010, 2011 e 2012. Entendemos que o governo est&aacute; com a sa&uacute;de financeira complicada, mas os gestores n&atilde;o podem penalizar os profissionais de enfermagem por todos os desgovernos que vem acontecendo ao longo de anos de gest&atilde;o no Estado. Al&eacute;m disso, o governo n&atilde;o apresenta nada de palp&aacute;vel para resolver esta situa&ccedil;&atilde;o e sabemos que a LRF estabelece que a suspens&atilde;o dos direitos de servidores efetivos &eacute; a ultima medida a ser adotada e o governo faz ao contr&aacute;rio, continua fazendo contrata&ccedil;&atilde;o e quer tirar o pagamento destas e demais despesas dos nossos bolsos, isso &eacute; um abuso</em>&rdquo;, criticou o presidente do SEET, Claudean Pereira Lima.<br /> <br /> A categoria protesta tamb&eacute;m contra a falta de condi&ccedil;&otilde;es de trabalho, jornada de trabalho sobrecarregada pela falta de profissionais, falta de repousos adequados, falta de equipamentos de prote&ccedil;&atilde;o individual, al&eacute;m de problemas estruturais nas unidades, onde os servidores n&atilde;o t&ecirc;m nem banheiro para utiliza&ccedil;&atilde;o e tem que dividir o espa&ccedil;o com os demais pacientes. <em>&ldquo;Desde a gest&atilde;o passada estamos buscando a resolu&ccedil;&atilde;o destas demandas, contudo o governo n&atilde;o toma nenhuma medida, enquanto isso a popula&ccedil;&atilde;o e os profissionais de enfermagem s&atilde;o penalizados com essa falta de gest&atilde;o, &eacute; inadmiss&iacute;vel a forma como somos tratados dentro das unidades&rdquo;</em>, afirmou o Claudean Pereira.<br /> <br /> O presidente do SEET afirmou ainda, que o movimento grevista tamb&eacute;m foi aprovado pelas demais categorias da sa&uacute;de e que esta medida foi tomada devido &agrave; insatisfa&ccedil;&atilde;o e a falta de proposta dos gestores. <em>&ldquo;J&aacute; trabalhamos sobrecarregados, desvalorizados, pois temos um dos menores sal&aacute;rios do Estado, mesmo sendo respons&aacute;veis por mais de 80% dos procedimentos do SUS, e agora o governo quer tirar o &uacute;nico benef&iacute;cio que temos que &eacute; a evolu&ccedil;&atilde;o funcional, este sindicato n&atilde;o ir&aacute; se calar diante desta postura intransigente dos gestores&rdquo;</em>, garantiu Claudean Pereira.<br /> <br /> <u><strong>Of&iacute;cio encaminhado pelo secret&aacute;rio de Administra&ccedil;&atilde;o</strong></u><br /> <br /> OF&Iacute;CIO CIRCULAR/SECAD/GABSEC/N&ordm; 42/2015 Palmas, 23 de mar&ccedil;o de 2015<br /> <br /> PARA: Representantes legais do SINTRAS-TO, SICIDETO, SEET e SINDIFATO<br /> <br /> ASSUNTO: Apresenta proposta para reivindica&ccedil;&otilde;es Senhor(a) Presidente(a),<br /> <br /> Em aten&ccedil;&atilde;o as reivindica&ccedil;&otilde;es dos profissionais em Sa&uacute;de, servidores p&uacute;blicos do Estado do Tocantins, acerca dos valores dos retroativos de adicional noturno, insalubridade e dos retroativos de progress&otilde;es funcionais, temos a seguinte propositura:<br /> <br /> 1) Referente aos valores retroativos de adicional noturno, com previs&atilde;o de impacto para 1.106 servidores, o pagamento se dar&aacute;: em at&eacute; 8 parcelas, a partir de maio de 2015, para aqueles que tem o sal&aacute;rio at&eacute; 4 (quatro) sal&aacute;rios m&iacute;nimos, e em at&eacute; 12 parcelas, a partir de maio de 2015, para aqueles que tem subs&iacute;dio acima de 4 (quatro) sal&aacute;rios m&iacute;nimos;<br /> <br /> 2) Referente aos valores retroativos de adicional de insalubridade, com previs&atilde;o de impacto para 6.207 servidores, o pagamento se dar&aacute;: em at&eacute; 8 parcelas, a partir de maio de 2015, para aqueles que tem o sal&aacute;rio at&eacute; 4 (quatro) sal&aacute;rios m&iacute;nimos, e em at&eacute; 12 parcelas, a partir de setembro de 2015, para aqueles que tem subs&iacute;dio acima de 4 (quatro) sal&aacute;rios m&iacute;nimos;<br /> <br /> 3) Referente aos valores retroativos das progress&otilde;es, com previs&atilde;o de impacto de 3.368 servidores, o pagamento se dar&aacute;: em at&eacute; 8 parcelas a partir de maio de 2015 para aqueles que tem o sal&aacute;rio at&eacute; 4 (quatro) sal&aacute;rios m&iacute;nimos e, em at&eacute; 12 parcelas, a partir de setembro de 2015, para aqueles que tem subs&iacute;dio acima de 4 (quatro) sal&aacute;rios m&iacute;nimos; e<br /> <br /> 4) N&atilde;o haver&aacute; em 2015 a incorpora&ccedil;&atilde;o salarial das progress&otilde;es, tendo em vista a incapacidade financeira atual (para implemento das incorpora&ccedil;&otilde;es conjuntamente ao pagamento dos retroativos), bem como legal (limites da Lei Responsabilidade Fiscal).<br /> <br /> Atenciosamente<br /> <br /> GEFERSON OLIVEIRA BARROS FILHO<br /> Secret&aacute;rio da Administra&ccedil;&atilde;o</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Mais Notícias

De Figueirópolis

Professor do Tocantins vence prêmio nacional com projeto sobre esportes

O objetivo do prêmio é reconhecer o trabalho dos professores que contribuem para a qualidade da educação básica.

Investigação

PF prende médico no Tocantins em operação que investiga corrupção na Saúde

Mandados também estão sendo cumpridos em São Luís (MA), Imperatriz (MA), Parauapebas (PA), Brasília (DF) e Goiânia (GO).

Estado

Bunge Açúcar e Bioenergia abre vagas para jovens engenheiros no Tocantins

As inscrições vão até o dia 9 de novembro.

Nesta quinta, 18

Vagas de emprego para manicure, mecânico, porteiro, zelador e vendedor

As vagas são para todos os níveis de escolaridade e estão distribuídas em nove cidades do Estado.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.