Entregue

Fórum de Araguaína é inaugurado e vai beneficiar sete municípios da região norte

O local vai concentrar os trabalhos que eram realizados em cinco estruturas espalhadas pela cidade. 

Por Redação 1.140
Comentários (0)

15/12/2018 08h46 - Atualizado há 1 ano
Novo Fórum de Araguaína

O novo Fórum de Araguaína foi inaugurado em solenidade festiva na tarde dessa sexta-feira (14). A obra tem 10,5 mil m² de área construída e vai beneficiar a população de sete municípios da região norte do Tocantins.

O prédio tem cinco pavimentos e amplo espaço para abrigar varas e juizados, salas para o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), Escola Superior da Magistratura (Esmat) e espaço de apoio para os integrantes do Sistema de Justiça.

O fórum ainda conta com auditório para 331 pessoas, salão do Tribunal do Júri, com 292 lugares, e toda a estrutura necessária para centralizar o trabalho que, até então, era realizado isoladamente em cinco estruturas espalhadas pela cidade. 

Ao todo, a obra custou R$ 33,9 milhões, sendo R$ 21,8 milhões de recursos próprios do Tribunal de Justiça, oriundos do Fundo de Aprimoramento e Aperfeiçoamento do Poder Judiciário – Funjuris.

Ao entregar a obra, o presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins destacou a importância do investimento para o Judiciário. “É mais do que a sensação do dever cumprido, é a certeza de termos feito o melhor que podíamos”, afirmou o desembargador Eurípedes Lamounier.

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse, também  prestigiou a inauguração do prédio e ressaltou a grandiosidade da obra para a região Norte do estado. “A construção do fórum é fruto de uma parceria importante entre governo do Estado e Tribunal de Justiça. Iniciativas como estas são fundamentais para dar uma melhor condição à população”, disse.

Fazem parte da comarca de Araguaína, além do município sede, as cidades de Aragominas, Araguanã, Carmolândia, Muricilândia, Nova Olinda e Santa Fé do Araguaia.

História

Os esforços para construção do novo Fórum de Araguaína tiveram início em 2012, durante a gestão da desembargadora Jacqueline Adorno. Nesta época, o Poder Judiciário conseguiu com o governo do Estado a doação do terreno e foi celebrado um convênio para execução dos projetos da construção do edifício sede da comarca.

Já em 2014, na gestão da desembargadora Ângela Prudente, foi assinado o contrato e a ordem de serviço para execução do projeto; e, em 2015, na gestão do desembargador Ronaldo Eurípedes, as fundações deram início às obras.

Nos últimos dois anos, a construção ganhou corpo e a estrutura de aço e concreto foi moldando o projeto que, hoje, se tornou realidade em busca de uma prestação jurisdicional cada vez mais eficaz.

Este é um sonho acalentado por tantos anos e que enfim se torna realidade. Estamos escrevendo as primeiras páginas de uma nova jornada que se inicia. Um novo começo, com o máximo respeito e gratidão aos que escreveram a história até aqui contada, mas também com o vibrante desejo de protagonizar novas histórias”, concluiu o presidente do TJTO.

Fórum

O Fórum da comarca de Araguaína leva o nome do juiz José Aluísio da Silva Luz (in memorian). Natural da cidade de Filadélfia, o magistrado se mudou para Araguaína em 1968 e como promotor de Justiça trabalhou nas cidades como Miracema, Gurupi e Araguaína.

Com a criação do Estado, em 1988, passou no primeiro concurso para juiz e deu sua contribuição enquanto magistrado às comarcas de Axixá, Filadélfia e Araguaína, onde atuou na 3ª Vara Criminal, até a data de sua morte, em 27 de abril de 1994.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.