Governo apresentará nova proposta aos sindicatos da Saúde com base na capacidade financeira

Por Redação AF
Comentários (0)

30/03/2015 16h14 - Atualizado há 3 semanas
<span style="font-size:14px;">A equipe do Governo recebeu representantes dos sindicatos dos servidores da Sa&uacute;de (Sintras, Simed, Seet e Sindifato), na manh&atilde; desta segunda-feira, 30, para uma nova rodada de discuss&otilde;es e negocia&ccedil;&otilde;es.&nbsp; Ficou definido que, levando em conta as condi&ccedil;&otilde;es financeiras e or&ccedil;ament&aacute;rias do Estado, uma nova proposta ser&aacute; apresentada &agrave; categoria nesta ter&ccedil;a-feira, 31. O deputado estadual e l&iacute;der do Governo na Assembleia Legislativa, Paulo Mour&atilde;o, tamb&eacute;m participou do encontro.<br /> <br /> Ap&oacute;s estudo de impacto, o Governo apresentou &agrave; categoria o parcelamento do adicional de insalubridade, do adicional noturno e do retroativo das progress&otilde;es. Desde o in&iacute;cio das discuss&otilde;es com todas as categorias, a equipe do Governo apresentou a situa&ccedil;&atilde;o delicada encontrada nas finan&ccedil;as p&uacute;blicas e as medidas que est&atilde;o sendo adotadas por determina&ccedil;&atilde;o do governador Marcelo Miranda.&nbsp; As negocia&ccedil;&otilde;es com os representantes dos servidores da Sa&uacute;de beneficiam cerca de 6 mil servidores e ter&atilde;o um impacto de R$ 66 milh&otilde;es, conforme permite a capacidade financeira do Estado.<br /> <br /> O secret&aacute;rio da Administra&ccedil;&atilde;o, Geferson de Oliveira, frisou que o impacto efetivo das d&iacute;vidas deixadas pelo governo anterior com os servidores da Sa&uacute;de &eacute; de R$ 116 milh&otilde;es e destacou a responsabilidade da atual gest&atilde;o.&nbsp; <em>&ldquo;O Governo do Estado n&atilde;o discute se &eacute; justa a pauta de reivindica&ccedil;&otilde;es, mas a incapacidade financeira. Este Governo n&atilde;o age irresponsavelmente&rdquo;</em>, reiterou.<br /> <br /> Os representantes do Governo reafirmam ainda que a gest&atilde;o n&atilde;o mede esfor&ccedil;os para que o Estado se enquadre na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) com rela&ccedil;&atilde;o aos limites de gastos com pessoal, al&eacute;m de buscar a solu&ccedil;&atilde;o para os problemas herdados na &aacute;rea de Sa&uacute;de, mantendo, assim, a presta&ccedil;&atilde;o de servi&ccedil;os cont&iacute;nua nos hospitais p&uacute;blicos.<br /> <br /> Dentre as medidas adotadas na &aacute;rea da Sa&uacute;de, cabe ressaltar ainda que a atual gest&atilde;o refor&ccedil;ou o n&uacute;mero de profissionais especialistas para a realiza&ccedil;&atilde;o das cirurgias ortop&eacute;dicas no Hospital Geral de Palmas (HGP), mantendo a m&eacute;dia de nove procedimentos cir&uacute;rgicos por dia e 722 no total nestes primeiros meses de gest&atilde;o.</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Mais Notícias

De Figueirópolis

Professor do Tocantins vence prêmio nacional com projeto sobre esportes

O objetivo do prêmio é reconhecer o trabalho dos professores que contribuem para a qualidade da educação básica.

Investigação

PF prende médico no Tocantins em operação que investiga corrupção na Saúde

Mandados também estão sendo cumpridos em São Luís (MA), Imperatriz (MA), Parauapebas (PA), Brasília (DF) e Goiânia (GO).

Estado

Bunge Açúcar e Bioenergia abre vagas para jovens engenheiros no Tocantins

As inscrições vão até o dia 9 de novembro.

Nesta quinta, 18

Vagas de emprego para manicure, mecânico, porteiro, zelador e vendedor

As vagas são para todos os níveis de escolaridade e estão distribuídas em nove cidades do Estado.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.