Governo estuda navegação em 700 km do Rio Tocantins

Por Redação AF
Comentários (0)

04/10/2013 09h54 - Atualizado há 2 semanas
<div style="text-align: justify;"> <span style="font-size:14px;">Enquanto n&atilde;o se reiniciam as obras da Eclusa do Lajeado e a constru&ccedil;&atilde;o da Eclusa do Estreito, o Governo do Estado do Tocantins&nbsp; desenvolve&nbsp; a&ccedil;&otilde;es para a realiza&ccedil;&atilde;o dos estudos da implanta&ccedil;&atilde;o da navega&ccedil;&atilde;o no Rio Tocantins, inicialmente no trecho do munic&iacute;pio de Peixe at&eacute; o munic&iacute;pio de Aguiarn&oacute;polis perfazendo um total de 700 Km.<br /> <br /> A navega&ccedil;&atilde;o no Rio Tocantins foi o tema de uma palestra, proferida nesta quinta-feira, 03, pelo superintendente de apoio ao Coppe, da Seplan &ndash; Secretaria de Estado do Planejamento e da Moderniza&ccedil;&atilde;o da Gest&atilde;o P&uacute;blica, Ant&ocirc;nio Jos&eacute; Guerra, durante a programa&ccedil;&atilde;o do 10&ordm; Congresso da Ind&uacute;stria do Tocantins.<br /> <br /> Os estudos compreendem pesquisas de fluxo de cargas, localiza&ccedil;&atilde;o de portos, layouts dos portos transbordo de cargas, infraestrutura necess&aacute;ria, tipo de comboio, batimetria, sinaliza&ccedil;&atilde;o e canal de navega&ccedil;&atilde;o, com a parceria da AHITAR &ndash; Administra&ccedil;&atilde;o das Hidrovias do Tocantins e Araguaia, DNIT, ANTAQ e Marinha do Brasil e PIPES.<br /> <br /> A implanta&ccedil;&atilde;o da Hidrovia no Tocantins, aliada &agrave; devida integra&ccedil;&atilde;o com os modais rodovi&aacute;rio e ferrovi&aacute;rio, permitir&aacute; ao Estado assumir a sua posi&ccedil;&atilde;o de destaque no cen&aacute;rio nacional de transportes, caracterizando-o como um dos estados brasileiros com melhor e mais integrada malha de transportes da atualidade, sendo via de passagem obrigat&oacute;ria para as cargas oriundas da &aacute;rea de abrang&ecirc;ncia do Corredor Centro-Norte.<br /> <br /> A economia do Tocantins est&aacute; condicionada a uma log&iacute;stica de transporte vi&aacute;vel e eficiente, que atenda, principalmente, &agrave; demanda do campo, no mais curto espa&ccedil;o de tempo. No cen&aacute;rio atual, a matriz de transportes do Estado de Tocantins est&aacute; fundamentada no uso exclusivo do modal rodovi&aacute;rio. Entretanto, o Governo Estadual, dentro de uma vis&atilde;o mais ampla do processo de multimodalidade, j&aacute; planeja integrar os seus modais de transportes (rodovia, ferrovia e hidrovia).<br /> <br /> Nesta perspectiva, a amplia&ccedil;&atilde;o da navega&ccedil;&atilde;o no Brasil agregaria benef&iacute;cios ambientais, econ&ocirc;micos e sociais. No que tange aos aspectos ambientais, o transporte hidrovi&aacute;rio possibilita a redu&ccedil;&atilde;o das emiss&otilde;es de gases poluentes causadores do efeito estufa.&nbsp;<br /> <br /> Quanto a custos, o resultado da compara&ccedil;&atilde;o entre os modais rodovi&aacute;rio e hidrovi&aacute;rio aponta que, de forma geral, este modal apresenta efici&ecirc;ncia energ&eacute;tica (rela&ccedil;&atilde;o carga/pot&ecirc;ncia) 29 vezes superior, um consumo de combust&iacute;vel 19 vezes menor, al&eacute;m de emitir 6 vezes menos CO2 e 18 vezes menos NOx.<br /> <br /> Sua concep&ccedil;&atilde;o estrat&eacute;gica decorre diretamente do crescente avan&ccedil;o da fronteira agr&iacute;cola nacional, que rumou em dire&ccedil;&atilde;o ao centro-norte do Pa&iacute;s a partir da d&eacute;cada de 1980, impulsionado pela eleva&ccedil;&atilde;o dos pre&ccedil;os das commodities, das excelentes caracter&iacute;sticas dos cerrados, dos baixos pre&ccedil;os das terras, e da agressiva reconvers&atilde;o da pecu&aacute;ria para gr&atilde;os, utilizando-se de pastagens degradadas, que possibilitaram as lavouras a atingir o nordeste do Mato Grosso, sudeste do Par&aacute; e avan&ccedil;ar pelo Tocantins, sul do Maranh&atilde;o e centro-sul do Piau&iacute;.<br /> <br /> A participa&ccedil;&atilde;o das hidrovias na atual matriz de transporte de cargas &eacute; ainda modesta, cerca de 4%, quando comparada com o percentual de 58% do transporte rodovi&aacute;rio. Estimativas da Ag&ecirc;ncia Nacional de Transportes Aquavi&aacute;rios - ANTAQ apontam que, atualmente, s&atilde;o transportadas pelas hidrovias brasileiras cerca de 45 milh&otilde;es de toneladas de cargas/ano, enquanto o potencial identificado &eacute; pelo menos 4 vezes maior.<br /> <br /> A integra&ccedil;&atilde;o multimodal dos transportes ser&aacute; o grande agente uniformizador do crescimento autossustent&aacute;vel do pa&iacute;s, na medida em que possibilitar&aacute; a ocupa&ccedil;&atilde;o econ&ocirc;mica e social do cerrado brasileiro - com uma &aacute;rea de aproximadamente 1,8 milh&atilde;o de km2, correspondendo a 21,84% da &aacute;rea territorial do pa&iacute;s, onde vivem 15,51% da popula&ccedil;&atilde;o brasileira - ao oferecer uma log&iacute;stica adequada &agrave; concretiza&ccedil;&atilde;o do potencial de desenvolvimento dessa regi&atilde;o, fortalecendo a infraestrutura de transporte necess&aacute;ria ao escoamento da sua produ&ccedil;&atilde;o agropecu&aacute;ria e agroindustrial.<br /> <br /> Neste contexto, o Estado de Tocantins assume papel de relev&acirc;ncia fundamental, uma vez que possui posicionamento geogr&aacute;fico estrat&eacute;gico para implementa&ccedil;&atilde;o do Corredor de Transportes Centro-Norte e por ser o detentor da matriz de transportes com melhor potencial para a intermodalidade, podendo implementar o uso dos tr&ecirc;s modais em larga escala: rodovi&aacute;rio, ferrovi&aacute;rio e hidrovi&aacute;rio.</span></div>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Mais Notícias

Fato Inusitado

Prefeito diz que se autonomeou secretário de Saúde 'prezando pela economia'

Wesley Camilo disse ainda que não receberá salário pela nova função.

Problemas de saúde

Ex-governador Siqueira Campos deixa UTI e pode retornar ao Tocantins em 10 dias

Ele estava internado em São Paulo para o tratamento de uma pneumonia desde o dia 4 deste mês.

Fim de ano

Mais de 60% das empresas de Palmas devem abrir vagas de emprego temporário

A maior parte das vagas será para empresas do segmento de vestuário (28,3%).

LDO

Governo do Tocantins espera arrecadar R$ 10,2 bilhões nos próximos três anos

Os demonstrativos das metas fiscais para 2019-2021 foram apresentados na Assembleia Legislativa.

Brasil

Carteiro amigo de cachorros faz sucesso com selfies na internet e conta segredo

Ele começou postando fotos e vídeos curtos e atualmente tem mais de 45 mil seguidores no Instagram.

Para 2019

Deputados e senadores do Tocantins têm R$ 15,4 milhões de emendas individuais

As emendas devem priorizar saúde, educação e segurança pública.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.