Já implantada em Araguaína desde abril, Nota Cidadã requer mais atenção do empresariado

Por Redação AF
Comentários (0)

16/06/2015 10h02 - Atualizado há 2 meses
<span style="font-size:14px;">Implantada em Aragua&iacute;na no m&ecirc;s de abril deste ano pela Prefeitura, a Nota Fiscal Cidad&atilde; possibilitar&aacute; que o contribuinte registre seu CPF cada vez que efetuar uma compra e exigir a nota fiscal. Ele acumular&aacute; pontos, que poder&atilde;o ser revertidos em descontos de at&eacute; 50% no IPTU e ISSQN (no caso de Pessoa Jur&iacute;dica). O programa vale para o varejo, atacado e presta&ccedil;&atilde;o de servi&ccedil;os e os cr&eacute;ditos previstos ser&atilde;o totalizados no dia 31 de dezembro de cada ano para serem utilizados no ano seguinte.<br /> <br /> De acordo com Ronaldo Dias, da Brasil Price, as empresas que ainda n&atilde;o regularizaram os processos para emiss&atilde;o de NFs precisam se apressar porque &ldquo;ser&aacute; tend&ecirc;ncia entre os consumidores exigirem cada vez mais a nota. Hoje poucos fazem isso porque n&atilde;o reconhecem a import&acirc;ncia do documento&rdquo;.<br /> <br /> Segundo o secret&aacute;rio municipal da Fazenda, Fabiano Francisco Souza, a emiss&atilde;o acontecer&aacute; de forma simples, pelo site da Prefeitura de Aragua&iacute;na, incluindo o n&uacute;mero de CPF do contribuinte durante o preenchimento. <em>&ldquo;A ideia &eacute; fortalecer a cultura da exig&ecirc;ncia da nota para que o cidad&atilde;o possa reaver, em forma de benef&iacute;cios e abatimentos, aquilo que ele gasta com tributos no ato da compra</em>&rdquo;. O secret&aacute;rio informa tamb&eacute;m que o pr&oacute;prio contribuinte poder&aacute; acompanhar online o balan&ccedil;o dos cr&eacute;ditos acumulados acessando o link &ldquo;Cidad&atilde;o&rdquo; no site da Prefeitura.<br /> <br /> A emiss&atilde;o da nota tamb&eacute;m obrigar&aacute; os empres&aacute;rios a primar pela organiza&ccedil;&atilde;o financeira e tribut&aacute;ria do neg&oacute;cio. <em>&ldquo;Quem ainda insistia na pr&aacute;tica de sonegar impostos evitando a NF vai precisar rever conceitos e definitivamente se adequar &agrave;s normas vigentes&rdquo;</em>, alerta Ronaldo.</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.