Josi Nunes prevê nova guerra no PMDB e manda recado a Kátia Abreu: "não é partido de ser mandado"

Por Redação AF
Comentários (0)

28/01/2015 14h59 - Atualizado há 1 mês
<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br /> <br /> Aos poucos a crise no PMDB do Tocantins vai sendo ressuscitada. Mas dessa vez, alguns dos gladiadores est&atilde;o mudando de lado. &Eacute; o caso da senadora K&aacute;tia Abreu. Mesmo rec&eacute;m-chegada no partido, K&aacute;tia conseguiu arrancar da presid&ecirc;ncia o ent&atilde;o deputado federal Junior Coimbra, garantir a candidatura de Marcelo Miranda ao governo do Estado e agora d&aacute; sinais de que pode se aliar a Coimbra e voltar-se contra Miranda.<br /> <br /> A deputada federal eleita Josi Nunes (PMDB) anunciou que o partido dever&aacute; enfrentar mais um embate interno, agora entre os grupos do governador Marcelo Miranda, do qual faz parte, e o da senadora e agora Ministra da Agricultura, K&aacute;tia Abreu, ex-aliada.<br /> <br /> <em>&ldquo;N&oacute;s vamos ter algumas dificuldades com embates novamente com a senadora </em>[K&aacute;tia Abreu]<em>. O problema do PMDB &eacute; que as pessoas que vem para o partido querem mandar no partido e o PMDB n&atilde;o &eacute; partido de ser mandado e colocado debaixo do bra&ccedil;o e fazer o que quiser dele&rdquo;</em>, disse Josi em recado &agrave; senadora.<br /> <br /> Nunes prev&ecirc; que esse novo embate que se aproxima trar&aacute;, sim, problemas internos no partido, mas tudo ser&aacute; definido. <em>&ldquo;O PMDB tem hist&oacute;ria, tem milit&acirc;ncia e este embate com a senadora, que est&aacute; em crise junto com o governo, pode trazer alguns problemas com rela&ccedil;&atilde;o ao PMDB, mas n&oacute;s vamos definir</em>&rdquo;, disse a deputada.<br /> <br /> Josi Nunes defende ainda o nome do ex-prefeito de Palmas, Derval de Paiva, na presid&ecirc;ncia do partido e prepara&ccedil;&atilde;o com foco nas elei&ccedil;&otilde;es municipais do pr&oacute;ximo ano.&nbsp;<br /> <br /> <em>&ldquo;J&aacute; conversamos com o governador Marcelo Miranda para a gente formar uma comiss&atilde;o provis&oacute;ria e desta comiss&atilde;o formarmos os diret&oacute;rios. Temos que prepararmos para as elei&ccedil;&otilde;es do ano que vem. Vamos trabalhar para que o partido continue unido e seja respeitada a identidade do PMDB. Essa sempre foi a luta das lideran&ccedil;as do partido&rdquo;,</em> argumentou a deputada.<br /> <br /> Ainda sobre o diret&oacute;rio estadual, Josi Nunes disse que Derval de Paiva pode ser o nome de consenso. <em>&ldquo;Derval de Paiva pode ser um nome de consenso, tamb&eacute;m pode ser um dos deputados federais; mas, eu creio que o Derval de Paiva seja o nome de consenso, pois &eacute; uma pessoa com experi&ecirc;ncia e a imagem do Derval &eacute; a imagem do PMDB e nada melhor neste momento&rdquo;</em>, disse. (Com informa&ccedil;&otilde;es do Site Atitude Tocantins)</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.