Marcelo Lelis propõe guerra contra imposto: "cidadão está cansado de pagar e não ver melhoria nos serviços públicos"

Por Redação AF
Comentários (0)

13/03/2014 09h14 - Atualizado há 1 mês
<span style="font-size:14px;">A aprova&ccedil;&atilde;o da MP 26/2013, que aumenta em at&eacute; 2.000% as taxas cobradas pelos cart&oacute;rios do Tocantins, levou o deputado Marcelo Lelis (PV) a fazer um pronunciamento contundente contra a pol&iacute;tica fiscal adotada pelo Governo do Estado, que onera a classe produtiva com o aumento de taxas e encargos p&uacute;blicos.<br /> <br /> <em>&quot;O cidad&atilde;o tocantinense e a classe empresarial est&atilde;o cansados. Eles n&atilde;o podem pagar o custo de uma m&aacute;quina p&uacute;blica inchada e ineficiente. O Governo tem que incentivar o desenvolvimento, criando mecanismos de est&iacute;mulo para o crescimento da produ&ccedil;&atilde;o, n&atilde;o onerar a classe produtiva e o trabalhador com o aumento de taxas e impostos. Esse tipo de pr&aacute;tica pol&iacute;tica tem que acabar&quot;,</em> argumentou Marcelo Lelis.<br /> <br /> O deputado demonstrou preocupa&ccedil;&atilde;o com o resultado negativo que o aumento das taxas cobradas pelos cart&oacute;rios causar&aacute; &agrave; economia tocantinense. <em>&ldquo;O custo de produ&ccedil;&atilde;o para o empres&aacute;rio vai aumentar com o reajuste das taxas cobradas pelos cart&oacute;rios, e o empres&aacute;rio ter&aacute; que repassar esse aumento para os pre&ccedil;os dos produtos que comercializa e dos servi&ccedil;os que oferecer, sobrando para o consumidor pagar a conta&rdquo;</em>, explicou o parlamentar.<br /> <br /> Segundo Marcelo Lelis, a popula&ccedil;&atilde;o est&aacute; cansada de pagar tantos impostos e n&atilde;o ver melhoria nos servi&ccedil;os p&uacute;blicos. <em>&ldquo;O Brasil &eacute; um dos pa&iacute;ses com a carga tribut&aacute;ria mais alta do mundo. O dinheiro que vai para os cofres p&uacute;blicos n&atilde;o retorna em benef&iacute;cio para a popula&ccedil;&atilde;o. Mesmo pagando muito imposto, os servi&ccedil;os p&uacute;blicos continuam prec&aacute;rios&rdquo;</em>, pontuou Lelis.<br /> <br /> O deputado disse que a inefici&ecirc;ncia da gest&atilde;o p&uacute;blica &eacute; o principal gargalo de desperd&iacute;cio do dinheiro do contribuinte. <em>&ldquo;&Eacute; preciso melhorar a gest&atilde;o p&uacute;blica, torn&aacute;-la mais enxuta e eficiente. Com a&ccedil;&otilde;es planejadas, o Governo tem condi&ccedil;&atilde;o de baixar impostos e desafogar o setor produtivo, criando alternativas para o crescimento econ&ocirc;mico, com gera&ccedil;&atilde;o de emprego e renda para o trabalhador&rdquo;</em>, argumentou.</span><br />
ASSUNTOS

Comentários (0)

Mais Notícias

Fato Inusitado

Prefeito diz que se autonomeou secretário de Saúde 'prezando pela economia'

Wesley Camilo disse ainda que não receberá salário pela nova função.

Problemas de saúde

Ex-governador Siqueira Campos deixa UTI e pode retornar ao Tocantins em 10 dias

Ele estava internado em São Paulo para o tratamento de uma pneumonia desde o dia 4 deste mês.

Fim de ano

Mais de 60% das empresas de Palmas devem abrir vagas de emprego temporário

A maior parte das vagas será para empresas do segmento de vestuário (28,3%).

LDO

Governo do Tocantins espera arrecadar R$ 10,2 bilhões nos próximos três anos

Os demonstrativos das metas fiscais para 2019-2021 foram apresentados na Assembleia Legislativa.

Brasil

Carteiro amigo de cachorros faz sucesso com selfies na internet e conta segredo

Ele começou postando fotos e vídeos curtos e atualmente tem mais de 45 mil seguidores no Instagram.

Para 2019

Deputados e senadores do Tocantins têm R$ 15,4 milhões de emendas individuais

As emendas devem priorizar saúde, educação e segurança pública.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.