Araguaína

Motoristas do transporte público cruzam os braços devido a atraso salarial

Por Redação AF
Comentários (0)

25/11/2016 12h23 - Atualizado há 1 semana
Todos os motoristas que trabalham na empresa Passaredo Transporte e Turismo, que faz o transporte público coletivo em Araguaína, cruzaram os braços, no final da manhã desta sexta-feira (25), em protesto devido ao atraso no pagamento salarial. Segundo informações, os trabalhadores alegam que o pagamento deveria ter sido creditado no último dia 20, mas até momento não há previsão de quando vai sair. A paralisação está ocorrendo no Terminal Bandeiras, no centro da cidade. Ainda segundo informações dos motoristas, a empresa teria justificado o atraso alegando que a Prefeitura de Araguaína não fez o repasse do subsídio mensal do transporte público. Contudo, a Passaredo ainda não confirmou essa informação. Os motoristas afirmaram também que a paralisação só vai terminar quando obtiverem um posicionamento em relação ao pagamento da categoria. A paralisação de todos os ônibus gerou acúmulo de passageiros no terminal. Muitos deles também reclamaram sob a justificativa de que vão atrasar no trabalho e em outros compromissos. “Estou há mais de duas horas esperando aqui. Estou indo para o JK e até agora nada. A pé não vou e dinheiro para pegar carro também não tenho. Estou esperando aqui”, disse um idoso. A Passaredo Transporte e Turismo, empresa de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, assumiu emergencialmente o transporte coletivo de Araguaína no dia 19 de junho após a população passar 25 dias desassistida, depois da falência da Cooperlota – Cooperativa dos Transportadores Autônomos de Passageiros de Araguaína.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.