Região central

Novas rachaduras na TO-130 afetam até o desvio improvisado; veja rota alternativa

Estão passando apenas veículos pequenos e caminhonetes.

Por Redação 2.728
Comentários (0)

13/01/2022 08h32 - Atualizado há 5 meses
O trecho da rodovia entre Santa Tereza e Ponte Alta é alvo de constantes reclamações da população

Devido ao surgimento de novas rachaduras na rodovia TO-130, entre os municípios de Santa Tereza e Ponte Alta do Tocantins, na região central do estado, a Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) interditou a passagem de veículos pesados pelo desvio lateral improvisado. O trânsito está liberado apenas para carros de passeio e caminhonetes.

Conforme nota enviada à imprensa nesta quarta-feira (13), veículos de grande porte como caminhões, ônibus e carretas devem utilizar uma rota alternativa pela TO-255, seguindo por Ponte Alta do Tocantins - Monte do Carmo - Porto Nacional - Palmas e vice-versa.

A empresa responsável pela obra mantém uma motoniveladora garantindo a utilização do desvio neste período chuvoso. A Ageto não informou o prazo para que a situação no local seja definitivamente resolvida.

VEJA MAIS

DESVIO

Para quem sai de Palmas e pretende chegar a Ponte Alta pela TO-255, ao invés de utilizar a TO-130, o perímetro percorrido aumenta em mais de 45km.

A TO-130 no trecho entre Santa Tereza do Tocantins e Ponte Alta é alvo de constantes reclamações de motoristas e moradores da região. Segundo moradores, o trecho interditado sempre apresenta problemas durante o período chuvoso, colocando em risco a vida de quem passa pelo local.

“Todos os anos esse local desmorona, gostaríamos de saber quem foi o engenheiro que assinou essa obra! Quem irá se responsabilizar por isso, pode até acontecer uma tragédia”, relatou um empresário da região.

Veículos de carga, caminhões e ônibus dever utilizar o desvio pela TO-255
Situação da TO-130
Rachaduras aumentaram na TO-130

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.