Órgãos fazem operação de combate ao comércio clandestino de gás de cozinha em Araguaína

Por Redação AF
Comentários (0)

13/03/2014 15h47 - Atualizado há 1 mês
<div> <span style="font-size:14px;">Encerra-se na tarde desta quinta-feira, 13, uma opera&ccedil;&atilde;o que tem como alvo o com&eacute;rcio clandestino de G&aacute;s Liquefeito de Petr&oacute;leo (GLP), &quot;g&aacute;s de cozinha&quot;, no munic&iacute;pio de Aragua&iacute;na, empreendida pelo Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual (MPE), Ag&ecirc;ncia Nacional de Petr&oacute;leo (ANP) e Corpo de Bombeiros.<br /> <br /> Desde segunda-feira, 10, estabelecimentos de grande, m&eacute;dio e pequeno porte est&atilde;o sendo vistoriados, em todas as regi&otilde;es da cidade, sobretudo aqueles que foram alvo de den&uacute;ncias ao Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual por funcionarem sem autoriza&ccedil;&atilde;o da ANP e sem certifica&ccedil;&atilde;o de vistoria do Corpo de Bombeiros, pondo em risco a popula&ccedil;&atilde;o das &aacute;reas circunvizinhas.<br /> <br /> <u><strong>Apreens&atilde;o</strong></u><br /> <br /> A maior apreens&atilde;o dessa opera&ccedil;&atilde;o ocorreu na ter&ccedil;a-feira, 11, quando foi interditada uma grande revendedora, que fornecia botij&otilde;es para um pequeno comerciante clandestino da cidade. Neste revendedor, 180 botij&otilde;es foram apreendidos e posteriormente, entregues a uma empresa legalizada, enquanto deposit&aacute;ria fiel do produto.<br /> <br /> A opera&ccedil;&atilde;o &ldquo;Pr&oacute;-Consumidor&rdquo; &eacute; coordenada pelo Centro de Apoio Operacional (Caop) do Consumidor, &oacute;rg&atilde;o do MPE, e est&aacute; sendo realizada por solicita&ccedil;&atilde;o da 5&ordf; Promotoria de Justi&ccedil;a de Aragua&iacute;na.<br /> <br /> Ao final dos trabalhos, ser&aacute; emitido um relat&oacute;rio circunstanciado com um balan&ccedil;o final da opera&ccedil;&atilde;o, para que sejam adotadas medidas c&iacute;veis, administrativas e criminais cab&iacute;veis, segundo informou a Promotora de Justi&ccedil;a Ara&iacute;na Cesarea D&#39;alessandro.<br /> <br /> <u><strong>Reuni&atilde;o</strong></u><br /> <br /> O com&eacute;rcio de g&aacute;s GLP no munic&iacute;pio foi tema tamb&eacute;m de uma reuni&atilde;o, ocorrida na manh&atilde; desta quinta-feira, 13, na sede das Promotorias de Justi&ccedil;a de Aragua&iacute;na, coordenada pela Promotora Ara&iacute;na D&#39;alessandro e que contou com a presen&ccedil;a de todos os revendedores legalizados e de representantes do Caop do Consumidor, da Ag&ecirc;ncia Nacional de Petr&oacute;leo (ANP), Corpo de Bombeiros e do Sindicato dos Revendedores e Transportadores de GLP no Estado.</span></div>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Mais Notícias

De olho nas oportunidades

Vagas temporárias: qual o perfil das pessoas a serem contratadas no Tocantins?

50% dos comerciantes preferem contratar mulheres para ocuparem os cargos.

Danos morais

Empresas são condenadas por negativar nome de mulher falecida no Tocantins

A suspensão das cobranças deveria ter sido feita logo após o óbito por conta de seguro.

Profissões

Top 20: Profissões que mais avançaram nos últimos anos e outras que sumiram

Nas que mais avançaram, há uma predominância de atividades voltadas para a saúde.

Oportunidades

230 vagas de emprego para Palmas, Araguaína e mais sete cidades do Tocantins

As cidades que têm mais vagas disponíveis são Araguaína, com 64, Palmas, 56, e Taquaralto, 26.

Política

Bolsonaro cogita Sérgio Moro no Supremo Tribunal Federal, diz presidente do PSL

Bebianno é cotado para ser ministro da Justiça num eventual governo Bolsonaro.

3ª Corrida da Justiça

Cerca de 1.000 atletas participam de tradicional prova noturna no Tocantins

Os corredores se dividiram em dois trajetos (5 e 10 km) finalizando na na Praça dos Girassóis.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.