Bruno BBB

Pela 2ª vez, humorista é censurado durante show em Palmas: "não pode fazer piada com política"

O fato teria ocorrido no show de comédia Hitalon Bastos, no teatro Fernanda Montenegro, no sábado.

Por Redação 1.234
Comentários (0)

04/11/2019 08h14 - Atualizado há 1 semana
Bruno BBB

O humorista Bruno Barros Barbosa, o Bruno BBB, reconhecido artista tocantinense, afirmou ter sido vítima de censura durante uma apresentação neste fim de semana em Palmas. O fato teria ocorrido no show de comédia Hitalon Bastos, no Theatro Fernanda Montenegro, neste sábado (02/11).

Hitalon foi a vítima dessa atrocidade, assim como todos que estão sequer se dando conta de que isso está acontecendo de maneira sorrateira!”, declarou Bruno.

Essa e outras postagens de Bruno causaram reações, inclusive do artista contratado da Rede Globo, Paulo Vieira, também tocantinense. Ao se referir ao fato, Vieira declarou que “isso é muito sério!” e cobrou esclarecimentos da Prefeitura de Palmas e da própria prefeita Cinthia Ribeiro. “Os políticos acham que Tocantins é bagunça!”.

A censura 

No seu perfil no Twitter (@oBrunoBBB), Bruno denunciou: “Faço Stand Up Comedy há 10 anos, amo o que faço! Já fiz shows em lugares que nunca imaginei, consegui fazer rir quem dizia que não gostava de comédia. Passei por muita coisa inusitada, mas ontem pela primeira fui CENSURADO. Ao fazer participação no show do Hitalon, fui alertado...”. Ele completou: "...Bruno, não pode fazer piada com política”. Primeiro nem entendi, depois subiu uma indicação e ódio! Ontem tive minha alegria tirada. Fui CENSURADO, não pude fazer piadas com o atual cenário que se passa no Brasil. Inúmeras vezes, em inúmeros palcos, fiz piadas com políticos”.

Ele lamentou o fato, mas afirmou que não vai “baixar a cabeça”. “Em todas as esferas, de representante de bairro a presidente, seja Lula, Marcelo Miranda, Siqueira Campos, Dilma, Temer, Sandoval, Amastha... Subi no palco do principal Teatro do Estado, fiz rir, mas não estava feliz! Mas não vou baixar a cabeça e agora que vou fazer barulho!”, declarou.

Proibição de show

Esta não é a primeira polêmica sobre proibição ou censura de shows de humoristas envolvendo a Prefeitura e a própria prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro. Em julho, a gestão municipal impediu a realização do show ‘Bullying Arte’, de Léo Lins, no Teatro Fernanda Montenegro.

O motivo teria sido o fato de a prefeita ter sido citada em vídeo do artista. O fato repercutiu nacionalmente e, com ingressos esgotados, Léo Lins foi obrigado a fazer o show em um clube da cidade.

Vereador critica censura

O vereador Tiago Andriano se solidarizou com o artista e criticou mais este ato de censura. "Bruno é um absurdo ocorrer mais um episódio de CENSURA por parte Gestão Municipal. Usam o Teatro Fernanda Montenegro como instrumento de “mordaça artística”, foi assim que cancelaram o show do @LeoLins. Neste momento sombrio da democracia, mais do que nunca a arte deve ter liberdade".

Outro lado

"A Fundação Cultural de Palmas informa que o o show de stand up comedy de sábado, 02, foi uma tratativa de cessão do Theatro Fernanda Montenegro para o humorista Hitalon Bastos, não havendo nenhuma orientação quanto ao conteúdo do seu espetáculo, bem como com a livre formatação do mesmo, tampouco corrobora ou pratica censura, haja vista a diversidade de conteúdos apresentados em seus espaços".

Prefeitura de Palmas proíbe show do humorista Léo Lins no Theatro Fernanda Montenegro

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.