Em São Paulo

Peritos do Tocantins participam do maior evento de ciências forenses da América Latina

O evento busca fomentar o desenvolvimento da pesquisa na área forense.

Por Redação 772
Comentários (0)

26/05/2019 10h48 - Atualizado há 1 ano
Peritos do Tocantins visitaram os principais laboratórios

Profissionais das mais diversas áreas periciais do Tocantins, como medicina legal, informática, multimídia, finanças e outras categorias relacionadas, participaram durante toda a semana da conferência realizada pela Academia Brasileira de Ciências Forenses, a InterFORENSICS. 

O evento que se encerrou na sexta-feira (24) reuniu organizações, empresas, acadêmicos e especialistas das esferas pública e privada para trocas de conhecimentos, networking, exposição de produtos e serviços, apresentação de trabalhos e pesquisas, palestras, painéis e debates, destacando a vanguarda das Ciências Forenses em nível mundial.

Peritos tocantinenses

Participam do evento, em São Paulo, cerca de 20 peritos da Secretaria de Segurança Pública do Tocantins. Além da capacitação e atualização profissional, os peritos criminais do Tocantins e do Rio de Janeiro estiveram reunidos com o Superintendente da Polícia Técnico-Cientifica, Maurício Rodrigues Costa, e o diretor do Instituto de Criminalística, Maurício de Souza Lazzarin, da SSP de São Paulo. Na oportunidade, eles conheceram os principais laboratórios e assistiram uma apresentação do Núcleo de Tecnologia da Informação.

Para a perita criminal e diretora de medicina legal da SSP-TO, Gergiana Ferreira Ramos, um dos pontos mais  importantes do encontro consistiu na divulgação dos protocolos Internacionais para Identificação humana, tendo como finalidade a padronização nos Estados dos procedimentos Forenses, voltados para o exame de corpos de pessoas não identificadas.

Ela ainda destacou que o ganho para a sociedade se dá pela "certeza de que os procedimentos técnicos científicos adequados estarão sendo empregados, de forma sistematizada, na busca da Identidade desses indivíduos vítimas de violência e que o registro correto desses dados permitirá, no futuro, localizar pessoas desaparecidas". 

Georgiana pôde, ainda, representar o Tocantins nas contribuições ao evento internacional, com pesquisa na área forense. A diretora da SSP-TO apresentou, no segundo dia de exposiçao, o trabalho científico com o tema "Odontologia Legal no exame Antropológico para fins de Identificação por meio do Confronto de Dados". 

Sobre o trabalho, ela destacou: "O grande objetivo desse trabalho científico foi demonstrar para as autoridades públicas a importância de se realizar o confronto entre os dados biotipológicos, obtidos nos exames Antropológico e Odontolegal (sexo, idade, ancestralidade, fenótipo cor de pele e estatura), com os dados das vítimas registrados nos Boletins de Ocorrência nas delegacias. Nesse trabalho, através do relato do caso pericial de um exame que fiz em uma ossada encontrada as margens da BR-153, em 2017,  próximo à cidade de Guaraí, pude constatar que esse método é simples, rápido e barato para o Estado, dando celeridade às identificações de pessoas desaparecidas"

InterFORENSICS

A InterFORENSICS é o maior evento integrado de Ciências Forenses da América Latina, abriga conferências temáticas de 13 grandes áreas das Ciências Forenses e é um marco temporal, onde coexistem estudos e acontecimentos importantes do presente e os avanços e promessas para o futuro. Em sua primeira edição, a a InterFORENSICS reuniu mais de 1.500 conferencistas do Brasil e de outros 35 países, 175 palestrantes, apresentação de 200 trabalhos científicos, além de vários minicursos e eventos satélites relevantes.

Diretora de medicina legal da SSP-TO apresentou trabalho

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.