Investigação

PF faz operação contra pedofilia no interior do Tocantins após alerta da Interpol nos EUA

A atividade suspeita na internet foi identificada pelas autoridades dos EUA.

Por Redação 1.552
Comentários (0)

23/03/2021 07h58 - Atualizado há 1 mês
A PF também cumpre mandado de prisão preventiva contra o suspeito de pornogragia infantil

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (23/03) a Operação 'Athoótita' visando cumprir medida de busca e apreensão e prisão preventiva no município de Tabocão, interior do Tocantins.

Aproximadamente 10 policiais federais cumprem os mandados que foram expedidos pela 4ª Vara Federal da Seção Judiciária no Tocantins.

A operação é parte do inquérito policial que investiga a prática de estupro de vulnerável (art. 217-A, do CP) e crimes de compartilhamento de pornografia infantil (art. 241-A do ECA), posse de pornografia infantil (art. 241-B do ECA) e possível produção de pornografia infantil (art. 240 do ECA).

A investigação iniciou-se após cooperação jurídica internacional com os EUA, que encaminhou reportes contendo pornografia infantil à Unidade Central da Polícia Federal de combate à pornografia infantil, em que se constatou a suspeita de compartilhamento de arquivos de mídia contendo pornografia infanto-juvenil.

A pessoa investigada teria realizado o upload de vídeo pedopornográfico em site de conteúdo adulto. As informações foram repassadas à PF por meio da Interpol.

A Operação foi denominada de 'Athoótita' que significa inocência em grego, sendo alusivo ao fato de que o suposto criminoso se valia da inocência das crianças para satisfazer seus desejos lascivos.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.