Policial é morto durante perseguição a criminosos em Palmeirópolis

Por Redação AF
Comentários (0)

25/09/2013 08h42 - Atualizado há 1 mês
<div style="text-align: justify;"> <span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br /> <br /> O policial militar cabo Elevam Alves Lacerda, de 32 anos, foi morto com um tiro na cabe&ccedil;a durante persegui&ccedil;&atilde;o a tr&ecirc;s criminosos que assaltaram um supermercado em Palmeir&oacute;polis, divisa do Tocantins com o Goi&aacute;s. Ele era casado e tinha um filho de 12 anos.<br /> <br /> O policial estava de folga, mas quando soube do ocorrido pegou a arma e colete para ajudar seus colegas.<br /> <br /> Os tr&ecirc;s criminosos fugiram sentido Montividiu (GO), mas dois deles j&aacute; foram presos.&nbsp;Agora a PM trabalha em conjunto com a Pol&iacute;cia Civil para tentar capturar o terceiro suspeito.&nbsp;<br /> <br /> Os tr&ecirc;s marginais teriam entrado no supermercado amarrado dois funcion&aacute;rios e alguns clientes no a&ccedil;ougue que fica aos fundos. Em seguida roubaram todo dinheiro do caixa.<br /> <br /> Danilo Agapito Vale de 25 anos, Renan Cardoso dos Santos 24 anos de Goi&acirc;nia e Luan Paulino (idade ainda n&atilde;o identificada), que estava armado s&atilde;o os acusados do crime.<br /> <br /> Durante a a&ccedil;&atilde;o, os marginais foram surpreendidos por um policial militar que no ato prendeu Danilo. Os outros dois acusados fugiram em dire&ccedil;&atilde;o a Goi&aacute;s. Renan Cardoso foi preso pr&oacute;ximo &agrave; divisa dos dois estados, no povoado chamado Barrol&acirc;ndia.</span></div>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.