Prefeito e secretário são alvos de Ação por desvio de verbas públicas

Por Redação AF
Comentários (0)

09/06/2015 14h19 - Atualizado há 1 mês
<span style="font-size:14px;">O Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual (MPE) solicitou ao Poder Judici&aacute;rio a suspens&atilde;o dos direitos pol&iacute;ticos e a perda da fun&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica do prefeito de Esperantina, Albino Cardoso Sousa, e do secret&aacute;rio municipal de Finan&ccedil;as, Ant&ocirc;nio Marcos Silva Santos. Os dois s&atilde;o acusados de efetuarem pagamentos relativos &agrave; presta&ccedil;&atilde;o de servi&ccedil;o a pessoas que n&atilde;o trabalharam para o Munic&iacute;pio de Esperantina.<br /> <br /> Segundo o Promotor de Justi&ccedil;a Paulo S&eacute;rgio Ferreira de Almeida, autor da A&ccedil;&atilde;o, em dezembro de 2014 foi efetuado um pagamento no valor de R$ 2.371,58 para o Jonas da Silva e outro na quantia de R$ 2.371,58 a Manoel Gomes Soares. Os valores seriam referentes &agrave; presta&ccedil;&atilde;o de servi&ccedil;o de limpeza de estrada vicinal e &agrave; coloca&ccedil;&atilde;o de bueiros. Por&eacute;m, ap&oacute;s depoimento, os dois negaram que tivessem realizado os servi&ccedil;os ou mesmo que houvessem firmado qualquer contrato com a Prefeitura de Esperantina.<br /> <br /> Al&eacute;m da perda da fun&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica e do afastamento do cargo, est&atilde;o entre os pedidos contidos na ACP a indisponibilidade online de todas as contas banc&aacute;rias dos r&eacute;us e pagamento de multa.</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.