Prefeitura lança na segunda-feira Residencial Parque do Lago que irá beneficiar servidores públicos

Por Redação AF
Comentários (0)

17/05/2014 11h11 - Atualizado há 2 meses
<span style="font-size:14px;">A Caixa Econ&ocirc;mica em parceria com a Prefeitura de Aragua&iacute;na viabilizar&aacute; a constru&ccedil;&atilde;o de 876 moradias em Aragua&iacute;na para fam&iacute;lias de servidores municipais, estaduais e federais com renda mensal bruta de at&eacute; R$ 5 mil. O lan&ccedil;amento do Residencial Parque do Lago acontece nesta segunda-feira, dia 19, &agrave;s 14 horas, no audit&oacute;rio da Prefeitura, Pal&aacute;cio Tancredo Neves. Devem participar os interessados em adquirir a casa pr&oacute;pria e profissionais da imprensa local.<br /> <br /> De acordo com a diretora de Empreendimentos Imobili&aacute;rios da Secretaria de Planejamento, Anacelles Quinta, o loteamento, localizado na outra margem do Rio Lontra, est&aacute; centralizado entre os setores Cidade Nova, Jardim do Lago, Mans&atilde;o do Lago e Residencial Lago Azul. A &aacute;rea loteada passar&aacute; ainda por uma adequa&ccedil;&atilde;o de tamanho (microparcelamento) e regulamenta&ccedil;&atilde;o dos lotes.<br /> <br /> <u><strong>Parque do Lago</strong></u><br /> <br /> A &aacute;rea do loteamento era de propriedade do governo do Estado, foi aprovado na d&eacute;cada de 90 e foi doado este ano pelo governador para a Prefeitura de Aragua&iacute;na. O novo bairro ter&aacute; um total de 22 quadras e quatro modelos diferentes de casas, que ser&atilde;o constru&iacute;das em ruas j&aacute; abertas. Na &aacute;rea loteada, cada lote tem o tamanho m&eacute;dio de 09x30 e contabiliza 270m&sup2; de &aacute;rea total. No loteamento tamb&eacute;m ser&atilde;o constru&iacute;dos creche, escola, Unidade B&aacute;sica de Sa&uacute;de e CRAS. Cada unidade habitacional conta com dois ou tr&ecirc;s quartos, sala, cozinha, banheiro e &aacute;rea de servi&ccedil;o, conforme estabelecido pela CAIXA.<br /> <br /> <u><strong>MCMV</strong></u><br /> <br /> As casas fazem parte do Minha Casa Minha Vida, o programa do governo federal que conta com Recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), gerido pelo Minist&eacute;rio das Cidades e operacionalizado pela CAIXA. O objetivo do programa &eacute; atingir o maior n&uacute;mero da popula&ccedil;&atilde;o baixa renda do munic&iacute;pio.<br /> <br /> As unidades habitacionais no novo loteamento ser&atilde;o ocupadas por servidores p&uacute;blicos efetivos, comissionados ou contratados. As moradias s&atilde;o destinadas &agrave;s fam&iacute;lias cujos nomes n&atilde;o estejam negativados SPC e Serasa e cuja renda familiar se enquadra nos crit&eacute;rios definidos pela Caixa.<br /> <br /> O Programa conta com subs&iacute;dio do Governo Federal que pode chegar a R$ 17 mil, dependendo da localidade e da renda do proponente. A cota limite de financiamento &eacute; limitada a 90% do valor do Im&oacute;vel. O prazo para pagamento do financiamento &eacute; de at&eacute; 30 anos (360 meses). Segundo a Caixa, as taxas de juros est&atilde;o entre 4,5% a 7,16%, podendo chegar a 6,66 %.<br /> <br /> <u><strong>Requisitos</strong></u><br /> <br /> Segundo dados da CAIXA, podem se candidatar para receber o benef&iacute;cio servidores que:<br /> <br /> - N&atilde;o s&atilde;o detentores de financiamento habitacional ativo nas condi&ccedil;&otilde;es do Sistema Financeiro de Habita&ccedil;&atilde;o (SFH), em qualquer parte do Pa&iacute;s, independente do percentual de propriedade;<br /> <br /> - N&atilde;o s&atilde;o propriet&aacute;rios, cession&aacute;rios ou promitentes comprador de outro im&oacute;vel residencial urbano, conclu&iacute;do ou em constru&ccedil;&atilde;o em um dos locais abaixo: No munic&iacute;pio de domic&iacute;lio, incluindo os lim&iacute;trofes e integrantes da mesma regi&atilde;o metropolitana; No munic&iacute;pio de exerc&iacute;cio de ocupa&ccedil;&atilde;o principal, incluindo os lim&iacute;trofes e integrantes da mesma regi&atilde;o metropolitana; No munic&iacute;pio onde pretende fixar resid&ecirc;ncia;<br /> <br /> - N&atilde;o s&atilde;o titulares de direito de aquisi&ccedil;&atilde;o de im&oacute;vel residencial urbano, conclu&iacute;do ou em constru&ccedil;&atilde;o, no atual local de domicilio nem onde pretenda fix&aacute;-lo, inclusive no Plano de A&ccedil;&otilde;es articuladas (PAR);<br /> <br /> - N&atilde;o foram beneficiados no programa MCMV com ou sem desconto/subs&iacute;dio;<br /> <br /> - N&atilde;o s&atilde;o benefici&aacute;rios de descontos concedidos a qualquer tempo pelo Fundo de Garantia por Tempo de Servi&ccedil;o (FGTS).</span><br />
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.