"Judiciário também deveria ordenar o cumprimento das leis", diz Terciliano sobre greve da Civil

Por Redação AF
Comentários (0)

04/03/2015 08h50 - Atualizado há 3 semanas
<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br /> <br /> A C&acirc;mara de Aragua&iacute;na (TO) tem feito v&aacute;rias cobran&ccedil;as ao Governo do Estado, por meio de requerimentos e indica&ccedil;&otilde;es, para que o governador Marcelo Miranda (PMDB) analise com cautela os benef&iacute;cios dos servidores p&uacute;blicos, concedidos em 2014, mas suspensos e anulados via decreto. Nesta ter&ccedil;a-feira (3), o vereador Terciliano Gomes (SD) chamou novamente a aten&ccedil;&atilde;o do Chefe do Executivo e cobrou &quot;sensibilidade para se chegar a um denominador comum&quot; principalmente com a Pol&iacute;cia Civil, em greve desde o dia 25 de fevereiro.<br /> <br /> Terciliano tamb&eacute;m comentou a onda de criminalidade no Estado, especialmente em Aragua&iacute;na. <em>&ldquo;Em apenas dois dias tivemos tr&ecirc;s &ocirc;nibus incendiados, assalto &agrave; loja da vivo e sequestro do tesoureiro do Banco do Brasil juntamente com sua fam&iacute;lia&rdquo;</em>, relatou.<br /> <br /> Para o vereador, o mesmo Judici&aacute;rio que determinou a suspens&atilde;o da greve da Pol&iacute;cia Civil, nesta ter&ccedil;a, deveria tamb&eacute;m ordenar ao governador o cumprimento das leis que concederam benef&iacute;cios aos servidores p&uacute;blicos, j&aacute; que todas elas foram discutidas e aprovadas pela Assembleia Legislativa.<br /> <br /> Ainda de acordo com Terciliano, Marcelo Miranda n&atilde;o pode alegar o desconhecimento dos benef&iacute;cios, principalmente da Pol&iacute;cia Civil, tendo em vista que ele mesmo participou de reuni&atilde;o com a categoria durante a campanha eleitoral e firmou o compromisso de &quot;manter e aprimorar&quot; os benef&iacute;cios. <em>&ldquo;Ent&atilde;o ele tinha conhecimento de todas as conquistaS dos policiais, que inclusive tiveram marco inicial no seu primeiro governo&rdquo;</em>, lembrou Terciliano.&nbsp;&nbsp;<br /> <br /> O vereador classificou como &ldquo;estranho&rdquo; o fato de serem utilizados decretos para suspender efeitos de leis. <em>&ldquo;&Eacute; uma afronta ao sistema jur&iacute;dico e desrespeito ao Poder Legislativo, a quem cabe elaborar e votar as leis&rdquo;</em>, afirmou.<br /> <br /> Terciliano finalizou cobrando &ldquo;sensibilidade&rdquo; do governador para discutir as demandas com os servidores p&uacute;blicos. <em>&ldquo;O importante nesse momento &eacute; que o governador tenha a sensibilidade de sentar &agrave; mesa e buscar um denominador comum, at&eacute; porque durante a campanha ele mesmo se comprometeu a manter as conquistas e aprimor&aacute;-las. Aquela proposta de parcelar o pagamento de janeiro em quatro vezes demonstrou falta de sensibilidade com rela&ccedil;&atilde;o aos compromissos financeiros dos servidores. As decis&otilde;es precisam ser discutidas&rdquo;</em>, finalizou Terciliano Gomes.</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Mais Notícias

De olho nas oportunidades

Vagas temporárias: qual o perfil das pessoas a serem contratadas no Tocantins?

50% dos comerciantes preferem contratar mulheres para ocuparem os cargos.

Danos morais

Empresas são condenadas por negativar nome de mulher falecida no Tocantins

A suspensão das cobranças deveria ter sido feita logo após o óbito por conta de seguro.

Profissões

Top 20: Profissões que mais avançaram nos últimos anos e outras que sumiram

Nas que mais avançaram, há uma predominância de atividades voltadas para a saúde.

Oportunidades

230 vagas de emprego para Palmas, Araguaína e mais sete cidades do Tocantins

As cidades que têm mais vagas disponíveis são Araguaína, com 64, Palmas, 56, e Taquaralto, 26.

Política

Bolsonaro cogita Sérgio Moro no Supremo Tribunal Federal, diz presidente do PSL

Bebianno é cotado para ser ministro da Justiça num eventual governo Bolsonaro.

3ª Corrida da Justiça

Cerca de 1.000 atletas participam de tradicional prova noturna no Tocantins

Os corredores se dividiram em dois trajetos (5 e 10 km) finalizando na na Praça dos Girassóis.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.