Redesim já facilita abertura de empresas em Araguaína e Gurupi

Por Redação AF
Comentários (0)

29/07/2014 09h20 - Atualizado há 3 semanas
<span style="font-size:14px;">A Rede Nacional para Simplifica&ccedil;&atilde;o do Registro e da Legaliza&ccedil;&atilde;o de Empresas e Neg&oacute;cios (Redesim) no Tocantins come&ccedil;ou a ser implantada em maio de 2013 e, com a primeira etapa conclu&iacute;da em Aragua&iacute;na e Gurupi, j&aacute; facilita o dia a dia dos empres&aacute;rios com a redu&ccedil;&atilde;o da burocracia. O objetivo &eacute; que at&eacute; o final deste ano, mais 13 munic&iacute;pios recebam os benef&iacute;cios deste trabalho.<br /> <br /> A implanta&ccedil;&atilde;o da Redesim no Tocantins fica atr&aacute;s apenas de Minas Gerais, que desenvolveu a tecnologia e caminha no sentido de criar um ambiente favor&aacute;vel para cria&ccedil;&atilde;o e desenvolvimento de neg&oacute;cios. O Secret&aacute;rio Paulo Massuia, diz acreditar que a implanta&ccedil;&atilde;o da Redesim atende a uma das principais demandas da classe empresarial. <em>&ldquo;Se voc&ecirc; perguntar para um empres&aacute;rio quais suas demandas, elas sempre foram a redu&ccedil;&atilde;o de carga tribut&aacute;ria e a redu&ccedil;&atilde;o da burocracia. Atrav&eacute;s da implanta&ccedil;&atilde;o da Redesim, n&oacute;s estamos atendendo essa segunda maior demanda&rdquo;</em>, afirmou.<br /> <br /> Com o objetivo de reduzir a burocracia, todas as normas do Corpo de Bombeiros e da Vigil&acirc;ncia Sanit&aacute;ria j&aacute; foram revisadas e as altera&ccedil;&otilde;es aprovadas pela Assembleia Legislativa. Massuia disse que com as altera&ccedil;&otilde;es,&nbsp; empreendimentos de baixo risco poder&atilde;o ser abertos mais facilmente. <em>&ldquo;Hoje, uma empresa que quer abrir as portas, com menos de 150 m&sup2;, n&atilde;o precisa mais de vistoria pr&eacute;via dos bombeiros e isso &eacute; o que o empres&aacute;rio quer&rdquo;</em>, comentou.<br /> <br /> O coordenador de implanta&ccedil;&atilde;o da Redesim no Tocantins, Afr&acirc;nio de Carvalho destacou os avan&ccedil;os com a implanta&ccedil;&atilde;o do sistema. <em>&ldquo;H&aacute; um ano, para voc&ecirc; abrir um empreendimento, era uma verdadeira peregrina&ccedil;&atilde;o. Voc&ecirc; tinha que ir &agrave; Receita Federal, Receita Estadual, Junta Comercial, Vigil&acirc;ncia Sanit&aacute;ria, Secret&aacute;ria do Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros, v&aacute;rios &oacute;rg&atilde;os respons&aacute;veis pela regulariza&ccedil;&atilde;o da empresa. Com o sistema implantado, essa tramita&ccedil;&atilde;o &eacute; feita totalmente online&rdquo;</em>, comentou.<br /> <br /> Atrav&eacute;s de conv&ecirc;nio com o Sebrae, o Tocantins &eacute; tamb&eacute;m o primeiro Estado a ter todos os processos da Junta Comercial digitalizados. Al&eacute;m disso, servi&ccedil;os como consulta de nome e de endere&ccedil;o poder&atilde;o ser realizadas atrav&eacute;s da internet, reduzindo custos para os comerciantes. <em>&ldquo;Integramos a Secretaria da Fazenda, a Receita Federal e a Junta Comercial nesse processo. Com isso, o empres&aacute;rio pode entrar na internet e consultar se pode usar aquele nome e se pode colocar a empresa naquele local. Isso elimina burocracia e custos&rdquo;</em>, explicou Massuia.<br /> <br /> &ldquo;<em>A implanta&ccedil;&atilde;o da Redesim traz uma vantagem competitiva enorme para os empres&aacute;rios, que podem escolher entre abrir uma empresa aqui, que demora at&eacute; sete dias, ou em outro Estado, que demora, &agrave;s vezes, 100 dias&rdquo;</em>, concluiu o secret&aacute;rio.<br /> <br /> <u><strong>Outros Munic&iacute;pios</strong></u><br /> <br /> O objetivo &eacute; de implantar a Redesim nos 15 maiores munic&iacute;pios do Estado e, para isso, est&atilde;o sendo realizadas reuni&otilde;es com a sociedade local, empres&aacute;rios, prefeituras, secretarias de Administra&ccedil;&atilde;o e Fazenda dos munic&iacute;pios. &ldquo;J&aacute; fizemos Para&iacute;so e Porto Nacional. Agora visitamos Xambio&aacute;, Araguatins, Augustin&oacute;polis, Colinas, Guara&iacute; e Pedro Afonso&rdquo;, enumerou Massuia.<br /> <br /> Afr&acirc;nio de Carvalho explicou que a Redesim &eacute; implantada em duas etapas e que em Aragua&iacute;na e Gurupi, onde a primeira etapa j&aacute; est&aacute; conclu&iacute;da, o servi&ccedil;o de viabilidade de nome e endere&ccedil;o para abertura de empresas j&aacute; pode ser feito online e isso j&aacute; facilita a vida dos empreendedores. &ldquo;Para ter ideia, fazer um processo de abertura, com analise de viabilidade de nome e endere&ccedil;o, gastava-se uma semana e, hoje em dia, voc&ecirc; faz em 24 horas&rdquo;, garantiu.</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Mais Notícias

E sumiu...

Tocantinense que se candidatou a deputada em Brasília recebeu só dois votos

Procurada pela coluna, Laís não foi localizada para comentar sobre o seu desempenho nas urnas. 

Curiosidade

A pequena cidade onde Bolsonaro e Haddad tiveram a mesma votação no 1º turno

Com o empate nas urnas, a pequena cidade passou a viver dias de tensão.

Sortudo

Apostador de Marabá (PA) ganha sozinho prêmio de R$ 27 milhões da Mega-Sena

O próximo sorteio da Mega-Sena está marcado para o dia 17 de outubro.

Governo do Estado

Governador do TO nomeia secretários 'extraordinários' e assessores especiais

O governador voltou a nomeador secretários e assessores após o fim da vedação devido a período eleitoral.

Eleição

Três procuradores disputam chefia do Ministério Público Estadual do Tocantins

A lista tríplice será encaminhada ao Governador do Estado do Tocantins no dia 30 de outubro.

Acidente

Motorista derruba poste de energia elétrica e abandona veículo em Araguaína

Uma equipe da Energisa foi acionada, isolou a área e providenciou a troca do poste.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.