Esperança

Relatório da PUC-Rio aponta desaceleração da covid-19 no Tocantins, mas faltam testes

Média de novos infectados para cada pessoa já infectada está abaixo de 1 pessoa.

Por Redação 793
Comentários (0)

20/06/2020 09h50 - Atualizado há 10 meses
Testes de covid-19

Relatório da Covid-19 Analytics, ferramenta criada por um grupo de professores da Universidade Pontifícia Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), mostrou que seis estados brasileiros, entre eles o Tocantins, apresentam desaceleração de novos casos confirmados da doença causada pelo novo coronavírus. A informação foi divulgada pelo site da Veja nessa quinta-feira (18).

De acordo com a reportagem, o dado aferido indica o número efetivo de reprodução do vírus no país, até essa quarta-feira (17). Dos 27 estados brasileiros, apenas Acre, Amazonas, Maranhão, Pará, Roraima e Tocantins estão com uma taxa de retransmissão do vírus inferior a 1.

Ou seja, a média de novos infectados para cada pessoa já infectada está abaixo de uma pessoa. O número significa que a pandemia está reduzindo nestes estados”, informou a Veja.

SEM TESTES

O maior problema é que o Governo do Estado reduziu a testagem diária desde a semana passada em razão da falta de testes disponíveis. Com isso, o número de novos casos caiu, mas não reflete a realidade. Estão sendo feitos testes apenas em pacientes internados ou mortos com suspeita da doença.  

O Laboratório de Saúde Pública do Tocantins (Lacen) comunicou a falta de testes no dia 12 de junho. Já os dados da pesquisa foram analisados até o dia 17. Portanto, o resultado do estudo pode ter sido afetado pela baixa testagem. 

Segundo o Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde nesta sexta (18), o Tocantins conta com 7.956 casos confirmados de covid-19, sendo que 4.983 pacientes já estão recuperados e 2.814 estão em isolamento domiciliar ou hospitalar. Até o momento, foram registrados 159 óbitos.

GOVERNADOR COMEMORA

Mesmo assim, o governador Mauro Carlesse comemorou o resultado da pesquisa. “Temos acompanhado de perto a evolução dos casos da covid-19 no Tocantins e colocado em prática todas as medidas necessárias para que a propagação da doença seja contida e, com isso, nossa população possa ficar mais protegida. É um cenário difícil de se prever as coisas, pois o desenvolvimento da pandemia é muito dinâmico e enquanto não houver uma vacina, devemos nos manter vigilantes e atentos aos resultados diários. Mas fico feliz em saber que estamos conseguindo obter sucesso nesse combate ao novo coronavírus”, avaliou o governador.

VEJA TAMBÉM

Sem materiais, Tocantins fará testes de covid-19 só em pacientes hospitalizados ou mortos

MPF e MPT dão 48h para secretário solucionar falta de testes da covid-19 no Tocantins

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.