Secretaria do Trabalho e Assistência Social realiza Clube da Troca Solidária

Por Redação AF
Comentários (0)

11/12/2012 07h56 - Atualizado há 1 mês
<div style="text-align: justify;"> <span style="font-size:14px;">O Governo do Estado, por meio da Setas - Secretaria do Trabalho e da Assist&ecirc;ncia Social, realizou na &uacute;ltima sexta-feira, 07, o Clube da Troca Solid&aacute;ria no Assentamento Vit&oacute;ria R&eacute;gia em Aragominas, regi&atilde;o Norte do Estado.<br /> <br /> No evento, cerca de mil fam&iacute;lias foram beneficiadas com o Clube da Troca Solid&aacute;ria. Os participantes puderam fazer a troca de produtos como: polpas de frutas, galinhas, porcos, queijo, farinha, entre outros produtos.<br /> <br /> Um dos produtores beneficiados pelo Clube foi Jo&atilde;o Benicio, do Assentamento Vit&oacute;ria R&eacute;gia, que trouxe um animal de sua pr&oacute;pria cria&ccedil;&atilde;o em troca levou g&ecirc;neros aliment&iacute;cios n&atilde;o perec&iacute;veis. &ldquo;Esse projeto veio nos trazer a oportunidade de reabastecer as nossas dispensas, valorizando a nossa produ&ccedil;&atilde;o&rdquo;, afirmou o benefici&aacute;rio Benicio.<br /> <br /> O presidente da Associa&ccedil;&atilde;o do Assentamento Vit&oacute;ria R&eacute;gia, Jo&atilde;o Leite, fez quest&atilde;o de participar do Clube, na pesagem dos alimentos. De acordo com Jo&atilde;o Leite, a a&ccedil;&atilde;o vem valorizar o homem do campo. &ldquo;Muita coisa que &eacute; produzida aqui, &eacute; consumida aqui mesmo. Muitos produtos podem beneficiar outras comunidades, a a&ccedil;&atilde;o da Setas vem incentivar e trazer novas perspectivas aos assentados&rdquo;, afirmou o presidente.<br /> <br /> <u><strong>Clube da Troca Solid&aacute;ria</strong></u><br /> <br /> Um com&eacute;rcio onde a moeda n&atilde;o &eacute; o real. &Eacute; assim que funciona o Clube ou as feiras de Troca Solid&aacute;ria. Nesses espa&ccedil;os, onde os pequenos empreendedores disponibilizam uma grande variedade de produtos para o com&eacute;rcio, al&eacute;m de funcionar como canal para o escoamento da produ&ccedil;&atilde;o, &eacute; poss&iacute;vel desenvolver rela&ccedil;&otilde;es de coopera&ccedil;&atilde;o, solidariedade, mutualidade com as fam&iacute;lias oriundas de programas sociais, comunidades tradicionais e assentados associados/cooperados, al&eacute;m de igrejas.<br /> <br /> No Tocantins, essa permuta solid&aacute;ria tem promovido a auto-sustentabilidade, o incentivo &agrave; produ&ccedil;&atilde;o e ao consumo, fatores de enriquecimento e inclus&atilde;o dos indiv&iacute;duos. <em>(Edson Santos)</em></span></div>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Mais Notícias

Rota do Ouro

Polícia Federal investiga mercado ilegal do ouro no Tocantins e fecha garimpo

O ouro extraído de forma ilegal tem como destino São Paulo e o exterior.

De olho nas oportunidades

Vagas temporárias: qual o perfil das pessoas a serem contratadas no Tocantins?

50% dos comerciantes preferem contratar mulheres para ocuparem os cargos.

Danos morais

Empresas são condenadas por negativar nome de mulher falecida no Tocantins

A suspensão das cobranças deveria ter sido feita logo após o óbito por conta de seguro.

Profissões

Top 20: Profissões que mais avançaram nos últimos anos e outras que sumiram

Nas que mais avançaram, há uma predominância de atividades voltadas para a saúde.

Oportunidades

230 vagas de emprego para Palmas, Araguaína e mais sete cidades do Tocantins

As cidades que têm mais vagas disponíveis são Araguaína, com 64, Palmas, 56, e Taquaralto, 26.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.