Sindicato dos auditores estaduais defende concurso público com urgência; último aconteceu em 94

Por Redação AF
Comentários (0)

16/03/2015 09h56 - Atualizado há 1 mês
<span style="font-size:14px;">Representantes do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual do Tocantins (</span><span style="font-size:14px;">Sindare)</span><span style="font-size:14px;">&nbsp;se re&uacute;nem na manh&atilde; desta segunda-feira (16), com o Secret&aacute;rio da Administra&ccedil;&atilde;o, Gefferson Oliveira.<br /> <br /> Al&eacute;m de apresentar propostas para a categoria, a reuni&atilde;o visa ainda estreitar la&ccedil;os entre o Governo do Estado e Auditores Fiscais. Para o presidente do Sindicato, Jorge Couto &ldquo;essa rela&ccedil;&atilde;o &eacute; importante tanto para os auditores quanto para a administra&ccedil;&atilde;o, uma vez que s&oacute; assim poder&atilde;o apresentar propostas, discutir os problemas e em parceria e comum acordo encontrar solu&ccedil;&otilde;es plaus&iacute;veis a todos&rdquo;.<br /> <br /> Dentre as diversas demandas que ser&atilde;o apresentadas ao secret&aacute;rio, o sindicato a realiza&ccedil;&atilde;o, com urg&ecirc;ncia, de concurso p&uacute;blico para auditores, com pelo menos 50 vagas. O &uacute;ltimo certame aconteceu em 1994.<br /> <br /> Couto explica que a quantidade reduzida de profissionais faz com que a fiscaliza&ccedil;&atilde;o n&atilde;o abranja a todos. <em>&ldquo;Entra governo, sai governo e a enrola&ccedil;&atilde;o &eacute; a mesma. Antes n&atilde;o se fazia porque alegavam que n&atilde;o havia necessidade, depois era porque n&atilde;o tinha dinheiro, depois porque promoveram, de forma inconstitucional, ressalte-se, mais de 500 agentes, e agora que precisam esperar a ADI 4.214/2009&rdquo;, </em>relatou.<br /> <br /> O presidente ressaltou ainda que n&atilde;o h&aacute; nenhum outro Estado da Federa&ccedil;&atilde;o que ficou tanto tempo sem realizar concurso para auditor.&nbsp; Na pauta ser&aacute; tamb&eacute;m discutida a revis&atilde;o do teto salarial do servidor p&uacute;blico e a aprova&ccedil;&atilde;o da PEC Estadual da Lei Org&acirc;nica do Fisco, que prev&ecirc; a autonomia financeira e administrativa do Fisco Estadual.&nbsp;<br /> <br /> <em>&ldquo;Queremos ainda debater sobre o reajuste&nbsp; linear nas tabelas de vencimentos do Fisco Estadual, progress&otilde;es e promo&ccedil;&otilde;es. Dai porque se imp&otilde;e que o governo cumpra com o que prometeu diante dos representantes de entidades classistas dos servidores estaduais, na reuni&atilde;o do dia 18 de fevereiro deste ano, e aju&iacute;ze a ADI em face dos malfadados dispositivos dos enquadramentos contidos na Lei 2.8642014&rdquo;</em>, concluiu Couto.</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Mais Notícias

De olho nas oportunidades

Vagas temporárias: qual o perfil das pessoas a serem contratadas no Tocantins?

50% dos comerciantes preferem contratar mulheres para ocuparem os cargos.

Danos morais

Empresas são condenadas por negativar nome de mulher falecida no Tocantins

A suspensão das cobranças deveria ter sido feita logo após o óbito por conta de seguro.

Profissões

Top 20: Profissões que mais avançaram nos últimos anos e outras que sumiram

Nas que mais avançaram, há uma predominância de atividades voltadas para a saúde.

Oportunidades

230 vagas de emprego para Palmas, Araguaína e mais sete cidades do Tocantins

As cidades que têm mais vagas disponíveis são Araguaína, com 64, Palmas, 56, e Taquaralto, 26.

Política

Bolsonaro cogita Sérgio Moro no Supremo Tribunal Federal, diz presidente do PSL

Bebianno é cotado para ser ministro da Justiça num eventual governo Bolsonaro.

3ª Corrida da Justiça

Cerca de 1.000 atletas participam de tradicional prova noturna no Tocantins

Os corredores se dividiram em dois trajetos (5 e 10 km) finalizando na na Praça dos Girassóis.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.